Presidente do Flamengo faz gesto obsceno para a torcida em protesto

As faixas na torcida repetiam o protesto na chegada à Florianópolis

O presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, se posicionou a favor da permanência do técnico Zé Ricardo mesmo após o empate com má atuação diante do Avaí.

Antes da partida, porém, o mandatário se revoltou com protestos dos torcedores na arquibancada. Do campo, acenou com o polegar para baixo e fez um gesto hostil, caracterizado como uma "banana".

As faixas na torcida repetiam o protesto na chegada à Florianópolis. Pediam a saída de Rodrigo Caetano, do goleiro Muralha e lembravam que o clube não era banco.

O presidente citou o protesto da arquibancada, mas minimizou as faixas.

- Só recebemos carinho aqui em Florianópolis, a torcida do Flamengo é a maior de Santa Catarina e uma das mais fiéis e que mais nos incentiva. Se você chama de protesto, uma dúzia de faixas feitas na mesma gráfica e uma dezena de pessoas protestando... Elas estavam aqui hoje e trazendo as mesmas faixas. O grito dela foi abafado por 99% da multidão, que só deu carinho e incentivo. Eu não esperava outra coisa da torcida de Santa Catarina, que realmente é fantástica - afirmou em Florianópolis.


Fonte: Com informações do Extra