Primeiro amistoso preparatório do Brasil leva alegria ao sofrido povo do Zimbábue

Primeiro amistoso preparatório do Brasil leva alegria ao sofrido povo do Zimbábue

Primeiro amistoso preparatório da seleção brasileira na África é contra país que vive tempos de ditadura

Nesta quarta-feira, às 10h30m (de Brasília), a seleção brasileira faz o primeiro dos dois amistosos de preparação para a Copa do Mundo da África do Sul. O adversário é o Zimbábue, e o local da partida é a capital Harare. No entanto, mais do que um teste para a equipe de Dunga, o jogo é um alento para o sofrido povo zimbabuano. A TV Globo transmite para todo o país e o GLOBOESPORTE.COM acompanha em Tempo Real a partir das 10h15m.

Por conta do regime ditatorial do presidente Robert Mugabe, no poder há 30 anos, são milhões os refugiados na África do Sul e em outros países vizinhos. Aqueles que ficaram convivem com mais de 80% de desemprego e uma crise financeira sem precedentes. Por isso, uma partida de futebol é um raro momento de prazer.

- Estão todos muito empolgados com a presença do Brasil aqui. É um país que traz alegria com o seu futebol brilhante ? falou Tambi Rai, de 31 anos, casado com a brasileira Viviane Moreno, a quem conheceu em Londres, na Inglaterra.

A prova de que a seleção brasileira mudou a rotina tensa do Zimbábue foi dada na chegada da delegação verde e amarela à cidade. Não só no aeroporto, mas também no hotel onde está concentrada, centenas de zimbabuanos estavam atrás de uma foto, de um autógrafo ou de um simples aceno.

Embora Robinho tenha esquecido, durante coletiva na terça-feira, o nome do país que enfrentará nesta quarta-feira, o volante Felipe Melo comentou a situação política do Zimbábue ao dar entrevista na segunda. Para ele, a presença da seleção brasileira pode fazer o povo mais alegre.

- Sei que o Zimbábue é um país de muitas brigas políticas e assassinatos. É legal termos a oportunidade de levar alegria a um país sofrido. Estou muito feliz de poder estar nesta partida. Será bacana ? comentou o jogador.

Para o duelo desta quarta-feira, o técnico Dunga tinha como dúvida Kaká, mas o meia viajou com o restante da delegação e tem chances de atuar. Caso contrário, Julio Baptista provavelmente será a opção. O restante do time é o mesmo que treinou nos últimos dias na Randburg High School, em Joanesburgo.

Julio Cesar; Maicon, Lucio, Juan e Michel Bastos; Gilberto Silva, Felipe Melo, Elano e Kaká (Julio Baptista); Robinho e Luís Fabiano.

Do lado do Zimbábue, o técnico Norman Mapeza ainda não tem certeza da equipe que escalará para tentar vencer o Brasil. Mas uma coisa é certa: o atacante Benjami, companheiro de Robinho da época de Manchester City, estará em campo. O jogador, aliás, esteve no aeroporto para recepcionar a seleção brasileira.

Assim, a provável escalação da seleção anfitriã será: Sibanda, Mapemba, Zhaimu Jambu, Zvenyka Makonese e Noel Kaseke; Karuru, Tarumbwa, Swesse e Mashego; Benjani e Knowledge.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com