Prostituta revela detalhes de programa com nadador Phelps: 'fetiche, calcinha e surpresa'

Prostituta revela detalhes de programa com nadador Phelps: 'fetiche, calcinha e surpresa'

Segundo a prostituta, dona de curvas bem voluptuosas, o rapaz estava usando calcinha por baixo de seu short no dia e pediu que ela realizasse um fetiche.

Nesta quarta-feira (18) o nadador Michael Phelps teve seu nome envolvido em mais uma polêmica. Após viver um escândalo e ter um suposto caso com a hermafrodita Taylor Liane Johnson no ano passado, agora uma garota de programa dominatrix chamada Kim Petro, de 36 anos, afirma ter passado uma noite com ele em fevereiro de 2013 no hotel The London, em Manhattan, e conta detalhes sórdidos do encontro ao "National Enquirer".

Segundo a prostituta, dona de curvas bem voluptuosas, o rapaz estava usando calcinha por baixo de seu short no dia e pediu que ela realizasse um fetiche chamado "chuva de prata", em que a pessoa faz xixi sobre a outra.

"Quando ele me falou para beber água antes de ir para o hotel, eu já sabia o porquê. Já ia ao banheiro mesmo... Ainda fui bem paga por isso. Quando terminei, ele ainda me perguntou se eu tinha gostado. Eu falei: 'É claro que sim! Quebrei as regras com um campeão olímpico'. Aí ele tirou a calcinha que estava usando", contou Kim, que ainda encontrou outra surpresinha do nadador, um laço envolvendo suas partes íntimas: "Eu segurei o laço e desfiz. E também tirei o sutiã porque ele queria ver os meus seios.

O sexo com ele foi maravilhoso. Foi a primeira vez na minha vida que alguém fez eu me sentir uma verdadeira mulher. Ele, definitivamente, tem um corpo impressionante", completou. Phelps teria pago US$ 900, o equivalente a quase R$ 3 mil, pelo programa. Para marcar o encontro, ele usou um nome falso, Fabian Marasciullo.

Fonte: EGO