Questionado, Mario Balotelli posta um desabafo: "Eu não escolhi ser italiano"

De origem ganesa, mas cidadão italiano desde pequeno, Balotelli chegou a citar suas origens africanas em uma espécie de desabafo

Mario Balotelli não se calou por muito tempo. Duramente criticado pela atuação apagada na derrota da Itália por 1 a 0 para o Uruguai, que determinou a eliminação da Azurra da Copa do Mundo, o atacante usou seu perfil em uma redes social para se defender.

A Itália precisava apenas empatar o jogo para se garantir na próxima fase. Porém, com um gol do zagueiro Godín, a Celeste obteve o triunfo e avançou. Tido como um dos principais jogadores da equipe de Cesare Prandelli - que pediu demissão logo após o duelo -, Balotelli pouco fez e foi substituído por Parolo no intervalo.

De origem ganesa, mas cidadão italiano desde pequeno, Balotelli chegou a citar suas origens africanas em uma espécie de desabafo. Ele postou um vídeo em seu Instagram de um homem dizendo "você não é italiano, retira-te!" e, na descrição da postagem, publicou um longo texto.

- Eu sou Mario Balotelli. Eu tenho 23 anos e eu não escolhi ser italiano. Eu realmente queria, porque eu nasci na Itália e sempre vivi na Itália. Eu esperava muito desse Mundial e estou triste, com raiva e desapontado comigo mesmo. Sim, talvez se eu pudesse ter feito gol contra a Costa Rica, você está certo... Mas aí o quê? Então qual é o problema? Talvez isso é o que vocês todos queriam dizer? Não me culpe por tudo dessa vez porque Mario Balotelli deu tudo para a equipe nacional e não fez nada errado ao nível do personagem. Portanto, procure outra desculpa porque Mario Balotelli tem a consciência limpa e está pronto para seguir em frente mais forte do que antes e com a cabeça erguida. Orgulhoso de ter dado tudo para o seu país. Ou talvez, como você diz, eu não sou italiano. Os africanos nunca abandonariam seu "irmão". NUNCA. Nós negros, como você chama, estamos anos-luz à frente. VERGONHA que não podem perder um gol. Embaraçosas SÃO ESTAS COISAS. Italiano de verdade! Certo? - disse.


Questionado, Mario Balotelli posta desabafo:

Assim que publicou o desabafo, Balotelli também ganhou o apoio da noiva, Fanny Neguesha, nas redes sociais. A modelo belga compartilhou o texto do atacante, se disse orgulhosa dele e pediu o fim do racismo.

- Orgulhoso de você pela pessoa que você é #ParemComORacismo - disse.

Balotelli, junto com toda a delegação italiana, retornou à cidade de Mangaratiba, na Costa Verde do Rio de Janeiro, ainda na terça-feira, logo após a derrota para o Uruguai. O retorno para a Itália está marcado para a parte da tarde desta quarta-feira.

Fonte: GloboEsporte