R10 e Pet: gerações diferentes, mas com preferências em comum

Na tarde desta quarta-feira, o ex-camisa 10 encontrou o atual dono do místico número e todo elenco

Foram cinco meses longe, com treinos à parte. Enquanto os holofotes se voltavam para Ronaldinho Gaúcho e Thiago Neves, Petkovic treinava na Gávea, na companhia de Kleberson e Correa, todos fora dos planos de Vanderlei Luxemburgo. Na tarde desta quarta-feira, o ex-camisa 10 encontrou o atual dono do místico número e todo elenco. Nesta quinta pela manhã, a bola entrará em cena.

Pet observou Ronaldinho por alguns instantes ao fim do treino desta quarta. Depois, os dois trocaram um rápido aperto de mãos. O sérvio, de óculos escuros, saudou todos os jogadores e Vanderlei Luxemburgo.



Em certo momento, Pet levantou a camisa amarela para mostrar que está em forma. Mas o gringo confidenciou a amigos que está dois quilos acima do peso ideal.

Pet e Ronaldinho Gaúcho têm mais semelhanças do que possa parecer à primeira vista. Nascido na Iugoslávia, o gringo tomou o Rio de Janeiro por adoção. Já Ronaldinho nasceu em Porto Alegre, rodou pela Europa e, desde que fixou residência na Cidade Maravilhosa, no início deste ano, virou carioca por devoção.

Ambos têm carinho pela Portela. Acompanhado por um batalhão de fotógrafos, Ronaldinho mostrou samba no pé, como de costume, no desfile da escola este ano na Marquês de Sapucaí. Pet, que está longe de ser craque no rebolado, arrisca seus passinhos desajeitados e já foi homenageado pela Azul e Branco.

Os dois jogadores moram em bairros vizinhos na Zona Oeste do Rio: Pet na Barra; Ronaldinho no Recreio. O atual camisa 10 do Flamengo sempre é visto nas areias da praia; mesmo que de forma mais discreta e com um ?bronzeado? sérvio, o gringo também não dispensa um mergulho.

Nos semblantes, a diferença fica no sorriso. Enquanto Ronaldinho exibe os dentões a cada segundo, Pet assume o estilo mais sisudo.

Na programação extracampo, semelhanças e diferenças. Os dois jogadores gostam de reunir amigos para churrascos em suas casas. Pet, casado com Violeta, dá ares mais família às reuniões, enquanto Ronaldinho aproveita para estender a programação pelas madrugadas a bordo de sua solteirice.

Em campo, Pet e Ronaldinho mostram o mesmo carinho e boa precisão no trato com a bola e nas cobranças de faltas.

Pet não disputa jogo oficial desde o dia 5 de dezembro de 2010

A última partida oficial disputada por Petkovic pelo Flamengo foi no dia 5 de dezembro, no empate em 0 a 0 com o Santos, na Vila Belmiro. O jogador começou a partida no banco e entrou no lugar de Diego Maurício. Ao contrário da sua primeira passagem pelo clube (de 2000 a 2002), o sérvio já não usava mais o número 10, que foi de Adriano quando o gringo retornou ao clube em 2009. O sérvio adotou a 43, em referência ao tempo em que marcou o gol de falta no tricampeonato estadual de 2001.

Nesta quarta-feira, Pet acertou com a diretoria os detalhes do jogo de sua despedida, dia 5 de junho, contra o Corinthians, no Engenhão. Na data, serão completados exatos seis meses desde seu último jogo oficial. Ele e Ronaldinho, enfim, poderão fazer uma tabelinha de sotaques diferentes, mas, por mais incrível que pareça, com gostos em comum.

Depois, o time principal do Rubro-Negro fará amistoso no dia 9 de agosto, contra o Estrela Vermelha, da Sérvia, em Belgrado.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com