Real Madrid vence o Barcelona no sábado e fica mais perto do título

Real Madrid vence o Barcelona no sábado e fica mais perto do título

Este foi o primeiro triunfo merengue na casa do inimigo desde a temporada 2007-08

O Real Madrid está com a mão na taça. Fora de casa, em pleno Camp Nou, o time merengue bateu o rival Barcelona por 2 a 1 neste sábado e praticamente garantiu o título do Espanhol. Com sete pontos à frente do rival, a equipe de José Mourinho terá quatro rodadas para confirmar o primeiro lugar.

Özil e Cristiano Ronaldo ? esbanjando marra, melhor em campo ? marcaram para o Real, enquanto Alexis Sanchez fez para o Barcelona. Este foi o primeiro triunfo merengue na casa do inimigo desde a temporada 2007-08. De quebra, CR7 passou Messi na artilharia: 42 a 41.

Essa é a primeira vez desde maio de 2009 (contra Osasuña e Mallorca) que o Barcelona perde duas vezes seguidas. A má fase chegou em uma péssima hora. Após praticamente ficar fora do Espanhol, os culés recebem o Chelsea pela segunda perna da semifinal da Liga dos Campeões.

Do lado do Real Madrid, a vitória coloca o time a duas vitórias do título espanhol (o primeiro desde 2008) e deixa a equipe de Mourinho cheia de moral para a visita do Bayern de Munique no meio da semana, também pelas semifinais da Champions.

Primeiro tempo

Após o triunfo do Chelsea no meio de semana, era esperado que o Real tivesse o mesmo approach: esperar o Barça no seu próprio campo e tentar a sorte nos contra-ataques.

No entanto, o que se viu foram diversos merengues pressionando a saída de bola do time da casa e lutando por cada bola, dificultando - e muito - o toque de bola dos culés, talvez sua maior vantagem. Com mais vontade que o adversário, o Real acabou tendo as melhores oportunidades, ainda que o Barcelona tenha se mantido com a posse de bola na maior parte do primeiro tempo.

Aos 4, Cristiano Ronaldo, de cabeça, quase surpreendeu Valdés, que fez bela defesa. Doze minutos depois, o Real, que surpreendeu o Barça com sua postura, abriu o placar, em bom retrato do que foi a etapa inicial. Cruzamento para os visitantes, cabeçada de Pepe e bela defesa de Valdés. No rebote, Khedira brigou com Puyol e levou a melhor, abrindo o placar.

Com o gol, o Barcelona acordou e finalmente colocou a bola no chão, passando ater chances de gol. Aos 26, Messi deu lindo passe para Iniesta que, atipicamente, errou o alvo. A partida ficou bastante disputada, com os incansáveis merengues pressionando a posse de bola do Barcelona desde a grande área adversária e os donos da casa mantiveram o domínio territorial, mas sem muitas chances.

Segundo tempo

A entrega merengue teve preço. No segundo tempo, cansados de cercar o Barcelona em cada centímetro do gramado, o Real Madrid acabou permitindo que o rival entrasse no jogo e passasse a pressionar.

Em péssima noite de Tello, porém, as grandes oportunidades caíram justamente nos pés do jovem jogador. Em belo passe de Thiago Alcântara, o garoto da La Masia desperdiçou a grande chance do Barça no jogo. No entanto, Guardiola refez o erro de deixar Alexis Sánchez no banco ao colocar o chileno em campo aos 23 minutos.

Um minuto depois, o ex-jogador da Udinese empatou o jogo em lance fortuito. Após mais um erro de Tello, a bola sobrou para Alexis, que fez explodir o Camp Nou e impedindo a quebra de uma grande escrita, já que desde 2008 (contra Wisla e Numancia) não passava dois jogos seguidos sem marcar um gol.

Outra escrita que acabou sendo quebrada foi a sequência de duas derrotas. Três minutos após o empate, Cristiano Ronaldo finalmente entrou em cena e marcou o gol da vitória, superando também Messi, tanto em campo quanto na tabela de artilharia. Agora o português tem 42 gols contra 41 do argentino. O camisa 7 contou com grande assistência de Özil, um dos destaques merengues.

Atordoado, o Barça ainda permitiu que o terceiro fosse marcado. Não fosse o egoísmo de Benzema, que no quatro contra dois preferiu chutar, o placar seria ainda mais elástico. Nos acréscimos, Ronaldo perdeu um gol, mas essa chance perdida só deverá fazer a diferença na tabela de artilheiros.

FICHA TÉCNICA

BARCELONA (1)

Valdés, Alves, Mascherano, Puyol e Adriano (Pedro); Busquets, Xavi (Sánchez) e Thiago; Iniesta, Messi e Tello (Fàbregas) Técnico: Pep Guardiola

REAL MADRID (2)

Casillas, Arbeloa, Pepe, Sergio Ramos e Coentrão; Khedira, Xabi Alonso e Özil (Callejón); Ronaldo, Di María (Granero); Benzema (Higuaín) Técnico: José Mourinho

Gols: Khedira (16" do 1º tempo) e Cristiano Ronaldo (27" do 2º tempo); Sánchez (24" do 2º tempo)

Local: Camp Nou, Barcelona (ESP)

Data/hora: 21/4/2012 - 15h (de Brasília)

Árbitro: Alberto Undiano (ESP)

Cartões amarelos: Busquets, Mascherano (BCN); Pepe, Xabi Alonso, Granero, Özil (RMA)

Cartões vermelhos:

Fonte: Band