Real derruba "fator Guardiola" e abre vantagem contra Bayern

Real derruba "fator Guardiola" e abre vantagem contra Bayern

Até o embate desta quarta, Guardiola somava cinco vitórias e dois empates na casa do Real Madrid, todos à frente do Barcelona

O Real Madrid derrubou o ?fator Guardiola? do Bayern de Munique nesta quarta-feira. Na primeira partida da semifinal da Liga dos Campeões, o time espanhol determinou ao ex-treinador do Barcelona sua primeira derrota no Santiago Bernabéu ao fazer 1 a 0 no atual campeão continental e mundial, resultado que deixa os comandados de Carlo Ancelotti mais perto da final.

Até o embate desta quarta, Guardiola somava cinco vitórias e dois empates na casa do Real Madrid, todos à frente do Barcelona. Com o Bayern de Munique, não conseguiu furar o bloqueio merengue. O time espanhol, que jogou com Cristiano Ronaldo sem suas melhores condições físicas e teve Bale, doente, como reserva, fez 1 a 0 com Benzema para abrir vantagem.

Desta forma, vai jogar pelo empate no confronto de volta, marcado para a próxima terça-feira, às 15h45 (de Brasília), na Allianz Arena, em Munique, na Alemanha. Se os alemães repetirem o 1 a 0, levam o confronto para os pênaltis. Para voltar à final, terão de vencer por dois gols de diferença. O adversário sairá do jogo entre Atlético de Madrid e Chelsea ? os times empataram sem gols no primeiro duelo.

O Real Madrid começou a partida dando indícios de que a determinação inicial seria ?não tomar gols?. Com a retranca armada, tratou de conter o Bayern de Munique, que dominou os primeiros 20 minutos de forma incontestável. A pressão só cessou após contra-ataque madrileno, em lance que resultado no primeiro gol. Aos 18min, Cristiano Ronaldo lançou Coentrão na esquerda, que cruzou rasteiro para Benzema, livre, empurrar para dentro.

O time alemão se mostrou abalado pelo tento inesperado e teve dificuldades até o intervalo. O Real Madrid, por sua vez, perdeu duas chances incríveis. Na primeira, em lance semelhante ao do gol, Benzema cruzou da esquerda para Cristiano Ronaldo, livre, chutar de primeira por cima do gol aos 26min. Aos 39min, Isco cruzou, e a bola sobrou para Di Maria na direita da área, mas ele bateu alto demais.

No segundo tempo, a situação continuou favorável até o Real Madrid, que se manteve no ataque sendo ameaçado em poucas oportunidades. O Bayern quase empatou aos 5min, com cruzamento de Rafinha que desviou em Cristiano Ronaldo e abrigou Casillas a espalmar por cima do gol. Mas quase marcou com seu camisa 7, em chutes cruzados aos 2min e 23min, ambos bem espalmados por Neuer.

Pep Guardiola então mexeu no time, colocando Gotze e Muller nos lugares de Ribery e Schweinsteiger. O Real também mexeu, mas por necessidade: Ancelotti mandou a campo Varane no lugar do lesionado Pepe e o Bale, que esteve doente nos últimos dias, no lugar de Cristiano Ronaldo, que também não jogou com 100% das suas condições.

A melhor chance do Bayern de Munique veio aos 39min, com erro de Modric na saída de bola, passe de Muller, chute forte de Gotze e excelente defesa de Casillas. Apesar de estar à mercê do rival, o Real Madrid conseguiu se manter à frente para confirmar a importante vitória dentro de casa.

Fonte: Terra