Real Madrid leva susto e adia decisão

Real Madrid leva susto e adia decisão

Barrado, brasileiro entra na segunda etapa e participa da goleada sobre o Athletic de Bilbao

Foram longos 73 minutos de apreensão para o Real Madrid. Após sair na frente no Santiago Bernabéu, os donos da casa permitiram o empate parcial do Athletic de Bilbao, com dez em campo. Mas, com a ajuda de Kaká, que começou a partida barrado no banco de reservas, os madrilenhos se encontraram em campo e adiaram a decisão do Campeonato Espanhol para a semana que vem com uma goleada por 5 a 1, pela 37ª rodada. Cristiano Ronaldo, Higuaín, Sergio Ramos, Benzema e Marcelo marcaram, com Yeste descontando. Em Sevilla, o Barcelona abriu uma vantagem de três gols, viu a equipe da casa reagir, mas ficou com a vitória por 3 a 2.

Guti, que fez sua provável despedida do Santiago Bernabéu após 14 anos no clube, foi o titular no meio. O técnico Manuel Pellegrini não parece ser dos maiores fãs do craque brasileiro. No jogo contra o Lyon, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões, em fevereiro, ele foi substituído pelo chileno quando o Real Madrid precisava marcar dois gols já no fim da partida.

Na próxima rodada, o time da capital depende de um milagre. Além de ter de vencer o Málaga, que luta contra o rebaixamento, fora de casa, tem de torcer por um tropeço do Barcelona contra o Valladolid.

Em campo, a pressão aumentou com a notícia de que o Barcelona havia aberto o placar em Sevilla logo aos cinco minutos. Como sempre, Cristiano Ronaldo e Higuaín eram quem mais levava perigo ao gol adversário. A defesa, no entanto, continuava dando sustos.

Após ensaiar uma pressão, os donos da casa chegaram ao primeiro gol. Aos 20, Higuaín recebeu na entra da área e chutou forte e sem direção. A bola bateu no braço do zagueiro Amorebieta, que foi expulso sob protestos dos jogadores e comissão técnica. Pênalti que Cristiano Ronaldo cobrou com categoria dois minutos depois: 1 a 0 e o 26º gol do português no campeonato.

Mesmo com um a mais, a defesa cochilou e o Real sofreu o empate. Aos 40 minutos, Yeste passou por Sergio Ramos, Gago e Xabi Alonso até concluir à direita de Casillas, que caiu para o outro canto. Um golaço que pôs muitos pingos de incerteza na confiança da torcida madrilenha. Veio o intervalo. Até então, o campeonato acabava ali.

O ritmo na segunda etapa foi diferente. Também pela entrada de Kaká no lugar do argentino Gago. O brasileiro fez duas boas jogadas logo no início. Aos 4, cruzou na cabeça de Cristiano Ronaldo, que não aproveitou. No minuto seguinte, chutou com perigo de fora da área.

A pressão continuou com muitos gols perdidos. Até que, aos 28, Xabi Alonso cobrou escanteio, a bola desviou na própria zaga e obrigou Iraioz a fazer grande defesa. No rebote, Higuaín completou de cabeça e desempatou: 2 a 1. Àquela altura, um gol do Sevilla dava a liderança ao Real. Mas o placar que se mexeu foi o de Madri. Benzema, Sergio Ramos e Marcelo estabeleceram a goleada e a marca de 101 gols no campeonato.

Fonte: Globo Esporte