Record ataca mais uma vez a Fifa por vender a Copa à TV Globo

“Acho, sinceramente, que deram um chute no traseiro da Fifa”, disse a Record

A Record ainda não engoliu a decisão da Fifa de negociar os direitos de transmissão das Copas de 2018 e 2022 diretamente com a Globo, cancelando uma licitação que prometeu fazer.



Na manifestação mais contundente sobre o assunto desde que, no final de fevereiro, a concorrente anunciou a compra do evento, Honorilton Gonçalves (foto), vice-presidente de programação da Record, classificou o gesto da Fifa como ?um chute no traseiro? da própria entidade. O termo foi uma referência à gafe de Jerôme Valcke, secretário-geral da Fifa, que disse que o Brasil precisva de ?um chute no traseiro? para acelerar os preparativos para a Copa de 2014.

?Acho, sinceramente, que deram um chute no traseiro da Fifa?, disse Honorilton. ?Foi um chute que os próprios executivos da Fifa deram na entidade. A Fifa com certeza vai perder dinheiro?, observou, em conversa com alguns jornalistas na noite de terça-feira, durante o lançamento da programação da emissora para 2012.

Segundo Honorilton, o caso está hoje nas mãos dos advogados da Record. A decepção com o comportamento da Fifa é grande: ?Estive pessoalmente com Niclas Ericson, diretor da Fifa para TV. Enviamos a ele um documento nos comprometendo com todas as exigências da Fifa para participar da licitação. Ele me disse que iria abrir esta licitação depois da Copa de 2014.?

Só para se ter uma ideia dos valores envolvidos no negócio, os direitos de transmissão das Copas de 2018 e 2022 foram vendidos nos Estados Unidos por US$ 1 bilhão, para as redes Telemundo e Fox. ?No Brasil seria um pouco menos?, estima Hororilton.

O executivo também manifestou irritação com Marcelo Campos Pinto (foto), executivo da Globo Esportes, que disse no início de março: ?Quando a Record conseguiu os direitos dos Pan-Americanos de 2015, 2019 e 2023, ela renovou unilateralmente com a Odepa [Organização Desportiva Pan-Americana] e a Globo não falou nada. A Globo acha natural o dono do direito decidir. Agora eles estão reclamando do quê??,

?A Globo foi chamada para a compra dos direitos do Pan?, respondeu Honorilton na noite de terça-feira. ?Eles são inocentes. Começaram agora?, ironizou.

Outro assunto que animou o vice-presidente da Record foi a reclamação de que a emissora estaria criando dificuldades para o credenciamento de profissionais do SporTV para os Jogos Olímpicos de Londres, em julho. ?A Globo dificultou a ida do SporTV a Pequim, em 2006. Nós facilitamos?, voltou a ironizar.

O SporTV, como se sabe, pertence às organizações Globo. Segundo Honorilton, a Globo, dona dos direitos de transmissão dos Jogos de Pequim, deu 26 credenciais para o SporTV em 2008. ?Estamos dando 40. Somos generosos. Mais generosos que a Globo?.

Honorilton disse que a Record revendeu os direitos de transmissão em TV paga dos Jogos de Londres para Globosat. ?Se eles quisessem ficar só para eles, teriam 80 credenciais. Era só não ter revendido para Band e ESPN?, completou.

Fonte: UOL