Reservas do Inter vencem Goiás de virada

Reservas do Inter vencem Goiás de virada

Melhor em campo, a equipe da casa logo conseguiu tomar a frente do placar com Éverton Santos

Derrotados na primeira rodada do Campeonato Brasileiro, Goiás e Inter foram a campo neste domingo, no Estádio Serra Dourada, tentando conseguir seus primeiros pontos no torneio. Porém, enquanto o Inter poupou quase toda a equipe, visando o duelo decisivo contra o Estudiantes pela Libertadores, o Goiás modificou algumas peças em relação ao time que foi à campo na estreia, na derrota diante do Guarani. Mesmo com um time mais desentrosado, o Inter aproveitou o "apagão" do Goiás na segunda etapa e conseguiu ótima virada por 3 a 2, logo após terminar o primeiro tempo perdendo por 2 a 0.

"Desfigurado", o Inter entrou praticamente com o time reserva (apenas Walter começou entre os titulares). Já o técnico Leão, do Goiás, modificou o esquema tático da equipe, entrando com um 3-5-2, além de promover a estreia do recém contratado goleiro Fábio. Com um ataque mais leve e veloz, composto por Rafael Moura e Daneil Lovinho, auxiliados por Everton Santos, o Goiás era mais presente no ataque e começou a criar oportunidades concretas de gol após 20min de partida, com Wellington Saci.

Melhor em campo, a equipe da casa logo conseguiu tomar a frente do placar com Éverton Santos, que pegou sobra de bola na entrada da área e soltou um foguete no ângulo esquerdo do goleiro Lauro, aos 31min. Dez minutos depois, Wendel Santos aproveitou bobeira da zaga colorada e chutou duas vezes para marcar 2 a 0.

No intervalo, o técnico Jorge Fossati alegou de uma suposta falta do ala do Goiás sobre o zagueiro do time gaúcho na jogada que originou o segundo gol. A veemência do técnico na reclamação foi punida com a sua expulsão pelo árbitro, na volta dos times para a segunda etapa.

Com o jogo começando morno, coube a um lance duvidoso recolocar o Inter novamente na partida, quando em disputa de bola durante escanteio, o juiz marcou pênalti de Wendel Santos sobre Taison. Walter cobrou com força e no alto, vencendo o goleiro Fábio e diminuindo a contagem para 2 a 1, aos 13min.

O gol empolgou o Inter que começou a acreditar no empate, chegando mais à frente. E o inspirado Walter entrou novamente em cena. O atacante deixou Wellington Saci para trás e soltou a bomba de fora da área, no ângulo de Fábio, igualando o marcador, aos 29min. E o camisa nove também abriu caminho para a virada, ao invadir á área do time da casa e ser derrubado por Fábio. Na cobrança, Giuliano teve que bater duas vezes a penalidade para confirmar o Inter na frente do placar, aos 37min.

O resultado dá os primeiros três pontos do Inter na competição. A equipe gaúcha tentará manter a boa forma no Brasileiro na partida contra o São Paulo, no Estádio do Morumbi. Já o Goiás, um dos lanternas do torneio, tentará pontua pela primeira vez no Campeonato brasileiro diante do Botafogo, no Estádio do Engenhão.

FICHA TÉCNICA

Goiás 2 x 3 Inter

Gols

Goiás: Éverton Santos, aos 31min do 1º tempo e Wendel Santos, aos 41min do 1º tempo

Inter: Walter, aos 13min do 2º tempo e 30min do 2º tempo e Giuliano, aos 37min do 2º tempo

Ponto Forte do Goiás

Fez bom primeiro tempo, tocou rápido a bola e não deixou o Inter jogar.

Ponto Forte do Inter

Mudança de postura em relação ao primeiro tempo, aproveitando o "apagão" do Goiás.

Ponto Fraco do Goiás

Se acomodou com a vantagem adquirida no primeiro tempo e deixou o Inter crescer na partida.

Ponto Fraco do Inter

Taison foi uma figura apática na partida, sendo justamente substituído na segunda etapa.

Personagem do jogo

Walter, que comandou as melhores chances do Inter, além de ter sido decisivo nos três gols da equipe - fez dois e sofreu um pênalti.

Lance polêmico

No segundo gol do Goiás, os jogadores do Inter reclamaram de falta de Wendel Santo em Taison; o primeiro pênalti a favor do Inter foi um lance bastante discutível.

Esquema Tático do Goiás

3-5-2

Fábio; Rafael Tolói, Augusto e Marcão; Wendel Santos, Fábio Bahia, Amaral, Everton Santos e Wellington Saci (Deyvid Sacconi); Daniel Lovinho (Romerito) e Rafael Moura. Técnico: Leão

Esquema Tático do Inter

4-4-2

Lauro, Glaydson, Ronaldo, Fabiano Eller e Juan; Derley, Wilson Mathias, Giuliano e Edu (Nei); Taison (Everton) e Walter (Leandro Damião). Técnico: Jorge Fossati

Cartões Amarelos

Goiás: Wendel Santos, Amaral e Rafael Moura

Inter: Everton

Árbitro

Wallace Nascimento Valente (ES)

Local

Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)

Fonte: Terra, www.terra.com.br