Resultado sobre caso de doping do jogador Jóbson é adiado

Com decisão do CAS adiada, Jóbson ainda jogara por um mês pelo Bahia

O resultado do julgamento do caso de doping de Jóbson, marcado para ser divulgado na próxima quinta-feira, foi adiado para o dia 5 de setembro, segundo informou a assessoria de comunicação do Bahia nesta terça-feira.

A Corte Arbitral do Esporte (CAS, em sigla em inglês) encaminhou um comunicado aos advogados do atleta informando que o motivo do adiamento se deve à necessidade de uma maior análise no caso do atacante.

Com isso, Jóbson tem mais um mês para continuar defendendo a equipe baiana. O atacante foi julgado em 21 de junho, pela CAS, em Lausanne, na Suiça. O tribunal é uma organização internacional que julga causas esportivas.

Caso seja condenado, Jóbson poderá ser banido do esporte. Resultado contrário, a pena pode variar de seis meses a dois anos, a depender do entendimento do tribunal.

Jóbson foi flagrado no exame antidoping no jogo Botafogo x Coritiba, em novembro de 2009, quando ainda atuava pela equipe carioca pelo Campeonato Brasileiro da Série A. Em dezembro daquele ano, em partida disputada contra o Palmeiras, o jogador foi pego novamente no exame.

O atleta foi parar no banco dos réus no início de 2010, no Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Brasil (STJD). Na ocasião, Jóbson admitiu que usou crack. O jogador foi punido com dois anos de suspensão, pena que foi reduzida para seis meses depois de um novo julgamento.

No entanto, a Agência Mundial Antidoping (Wada, com sigla em inglês), junto a Corte Arbitral do Esporte (CAS), não concordaram com a sentença, pois, segundo eles, o código antidoping determina que a pena para infratores que usam substâncias proibidas no esporte é de dois anos.



Fonte: Terra, www.terra.com.br