Rivaldo brilha e São Paulo vence Cruzeiro: 2 a 1

Rivaldo brilha e São Paulo vence Cruzeiro: 2 a 1

Com ótima atuação, Rivaldo comandou a vitória são-paulina

O São Paulo reencontrou o caminho das vitórias na primeira partida sem o comando de Paulo César Carpegiani. Na noite deste sábado, o clube do Morumbi, dirigido pelo auxiliar Milton Cruz, derrotou o Cruzeiro por 2 a 1, com grande atuação de Rivaldo, e encerrou o perfeito aproveitamento de Joel Santana à frente do clube mineiro após três jogos. De quebra, a equipe tricolor assumiu provisoriamente a vice-liderança do Campeonato Brasileiro.

Com o primeiro resultado positivo após três confrontos, o São Paulo chegou aos 18 pontos, apenas um atrás do líder Corinthians, que entra em campo neste domingo para enfrentar o Atlético-GO, no Estádio Serra Dourada. Em contrapartida, o Cruzeiro estaciona a reação iniciada desde que Joel Santana assumiu o clube: permanece com 12 pontos, e dorme neste sábado na décima colocação.

A vitória deste sábado também entrará para a lembrança do torcedor são-paulino. Há exatos 11 anos, o Cruzeiro vencera o clube tricolor por 2 a 1 e conquistara a Copa do Brasil. Na ocasião, o São Paulo conquistava o título até os 45min do segundo tempo, quando Geovanni, hoje no Vitória, marcou um gol de falta nos acréscimos e deu o título do torneio nacional ao clube mineiro.

Sem Paulo César Carpegiani, demitido na última quinta-feira, Rivaldo pôde, enfim, iniciar novamente uma partida como titular do São Paulo. E, desde o início do duelo, o experiente jogador de 39 anos justificou os frequentes pedidos pela titularidade: distribuiu bons passes, conseguiu ditar o ritmo de jogo e criou ótimas oportunidades de gol, especialmente para Dagoberto e Marlos, os dois principais "coadjuvantes" da noite.

Na primeira etapa, o pentacampeão mundial iniciou a jogada do gol anotado por Dagoberto. Com um belo toque, Rivaldo deixou Marlos em ótima condição para apenas tocar na direção do camisa 25, que apenas completou o cruzamento para as redes. Já no período final, o veterano recebeu na intermediária e deixou Marlos em ótimas condições para anotar o segundo tento.

Em uma atuação apática, o Cruzeiro ainda buscou uma reação no final de jogo. Depois de Joel Santana colocar em campo o experiente meia Roger e o atacante Ortigoza, a equipe mineira ocupou o campo de ataque e diminuiu aos 25min, com Wallyson.

Finado a série de três derrotas consecutivas no Campeonato Brasileiro, o São Paulo terá a oportunidade de voltar a deslanchar na competição nacional não próximo domingo, às 18h30 (de Brasília), quando a equipe tricolor enfrentará o Internacional, no Estádio Beira-Rio. Já o Cruzeiro volta a campo na mesma data e horário, diante do Bahia, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas.

Fonte: Terra, www.terra.com.br