River Atlético Clube embarca nesta sexta-feira rumo ao sul do país

O técnico Flávio Araújo fez mistério sobre prováveis mudanças

O time do River viaja às 16h40 desta sexta-feira (16) rumo à cidade de Lajeado, no Rio Grande do Sul, para o segundo e decisivo jogo das quartas de final do Campeonato Brasileiro Série D. Na primeira partida, o Galo construiu um placar de 3 a 0, o que faz com que os piauienses tenham a vantagem na próxima segunda.

Ontem a equipe realizou mais um treinamento no CT Afrânio Nunes, na zona sul de Teresina. A equipe que iniciou a atividade foi basicamente a mesma do restante da semana: Naylson, Tote, Raphael Araújo, Índio e Jadson; Rogério, Amarildo, Esquerdinha e Júnior Xuxa; Fabinho e Eduardo.

O técnico Flávio Araújo fez mistério sobre prováveis mudanças na equipe - sobretudo na proteção de zaga. "Temos o retorno do Rogério voltando, então falta decidir onde ele vai atuar. Podemos ter Rogério, Amarildo e Thiago Dias, assim como Rogério e Amarildo. Vamos decidir neste final de semana".

Alertado sobre o clima predominantemente frio e chuvoso da cidade do interior gaúcho, o treinador minimizou a questão. "Temos que ir confiantes para enfrentar todas as adversidades que encontrarmos. Certamente o frio e a chuva serão problemas, mas estamos preparados".

Apesar de estar de volta aos treinos, o zagueiro Paulo Paraíba deve desfalcar novamente a equipe. "Ficamos muito satisfeitos porque ele voltou a treinar com bola, mas escalá-lo para esse jogo seria muito precoce. O Índio vem fazendo treinamento intensivo e deve treinar"

Na manhã de ontem, o meia Thiago Marabá passou por cirurgia para tratar lesão no joelho esquerdo, e só deve voltar ao time no ano que vem. Marabá está afastado dos treinos desde o mês de setembro.

O fisioterapeuta do Galo, Tiago Neri, falou sobre o procedimento. Durante esse tempo todo tentamos evitar essa cirurgia. Ele tem uma lesão no menisco, e essa lesão não cessou. Então foi feita a reversão na manhã desta quinta, e na sexta ele terá alta. Vai sair caminhando, inclusive sem a ajuda de muletas. Dentro de 90 dias provavelmente ele já estará de volta às atividades normais com bola. É uma cirurgia simples", disse Neri.

River estuda terceirização de equipe de portaria nos jogos

Na manhã desta quinta-feira (15), o presidente da FFP, Cesarino Oliveira, e o presidente do River Atlético Clube, Elizeu Aguiar, concederam entrevista coletiva com objetivo esclarecer as irregularidades na venda de ingressos e entrada ilegal de torcedores no jogo entre River x Lajeadense, realizado no último dia 12, no estádio Albertão – confronto válido pelas quartas de final da Série D do Campeonato Brasileiro. A entrevista aconteceu no auditório do TJD-PI.

De acordo com o borderô do jogo, o público total registrado no estádio foi de 15.024 torcedores, com 12.748 pagantes e renda de R$ 257.030,00. A estimativa, porém, é de que pelo menos 18 mil pessoas estavam presentes no estádio.

A denúncia de que havia mais expectadores do que o registrado pelo clube foi feita por um torcedor através de um vídeo, que mostra duas pessoas em uma das catracas do estádio recebendo dinheiro para deixar que torcedores entrassem no Albertão. Segundo o presidente riverino, o prejuízo estimado é de aproximadamente R$ 50 mil.

De acordo com o presidente da FFP, o homem que aparece no vídeo recebendo dinheiro já foi identificado. “No caso específico do rapaz que estava recebendo ingressos na mão e dinheiro direto na catraca, já sabemos de quem se trata. Não é funcionário da Fundespi, nem do River e muito menos da FFP”, disse Cesarino.

Para evitar que novos episódios aconteçam, o River irá formalizar a denúncia junto à polícia civil. Outras providências também serão adotadas, como uma fiscalização mais rígida e a troca de todas as pessoas que trabalharam na partida. O time tricolor também estuda a terceirização completa da equipe para a realização dos próximos jogos.


Fonte: Dowglas Lima