River faz três e se classifica para as quartas de final da série D

Ataque funciona e Galo despacha time de Sergipe

Image title

Empurrado pela torcida, o River fez sua melhor atuação no Campeonato Brasileiro da Série D e bateu o Estanciano por 3 a 0 na tarde/noite deste domingo. Fabinho (duas vezes) e Lucas Bacelar fizeram os gols do Galo, carimbando o passaporte para as quartas de final da competição. O adversário já está definido - é o Lajeadense/RS, e o primeiro confronto acontece em Teresina, no próximo domingo.

Precisando do resultado, o River procurou encurralar o Estanciano logo no começo do jogo. A primeira boa chance veio logo aos três minutos. Raphael Freitas pegou sobra de bola na área e, sozinho, cabeceou. O arremate, porém, saiu fraco e o goleiro Adson fez a defesa sem maiores dificuldades.

O River seguiu tentando chegar ao gol, mas o bloqueio dos sergipanos dificultava a vida do Galo. O time tricolor tentava nas chegadas pelas laterais, nos cruzamentos e nas bolas paradas, dando trabalho para a defesa do canarinho.

Outra chance clara veio apenas aos 38. Eduardo serviu Tote, e o lateral direito fez uma bela finta antes de bater para o gol. A bola passou à esquerda, assustando o goleiro do Estanciano. Antes do fim do primeiro tempo, os sergipanos entraram em desvantagem numérica. Clóves protagonizou entrada violenta em Índio e acabou tomando o segundo amarelo, indo para o chuveiro mais cedo.

Na volta para o segundo tempo, o técnico Flávio Araújo, do River, trocou Raphael Freitas por Fabinho, e a alteração não demorou a se mostrar acertada. O atacante protagonizou lance de perigo ao bater prensado na área logo aos dois minutos.

O tricolor pressionava, e o treinador do Galo resolveu partir com tudo para cima do Canarinho. Lucas Bacelar foi para a vaga de Junior Xuxa. Aos 21, a bola enfim entrou. Fabinho apareceu bem pela direita e mandou uma bomba, sem chances para Adson. 1 a 0.

O segundo saiu dos pés do filho do maior craque da história do futebol piauiense. Aos 33, Lucas Bacelar mostrou oportunismo e interceptou bola rasteira lançada por Tote, ampliando o marcador e enchendo de orgulho o pai Sima, que acompanhava a partida. Para delírio da torcida tricolor, ainda cabia mais um, e de novo com ele, Fabinho. O atacante foi servido por Tote em contra ataque rápido e deu números finais à partida aos 40 minutos. Festa total no Albertão.

VEJA OS CONFRONTOS DAS QUARTAS DE FINAL DA SÉRIE D

Botafogo/SP x São Caetano

Caldense x Ypiranga/RS

RIVER X LAJEADENSE

Operário/PR x Remo

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title


Fonte: Dowglas Lima