River faz "jogo da vida" contra Lajeadense nesta segunda (19)

River tenta confirmar o acesso diante do Lajeadense; MN transmite

Os ingredientes estão prontos. Uma data especial, um placar favorável, um time focado e uma torcida otimista. Resta ao River Atlético Clube temperar essa mistura no ponto certo, para conseguir um feito memorável em pleno dia do Piauí: um acesso à série C. Mas o Galo terá de suportar a pressão do Lajeadense, que segue acreditando na classificação e vai partir para cima dos piauienses. O jogo, válido pela volta das quartas de final do Brasileirão série D, está marcado para as 19 horas (18 h no horário do Piaui), na arena Alviazul, em Lajeado/RS.

A Rede Meio Norte vai fazer uma cobertura especial do duelo: Primeiro com um programa especial de uma hora de duração a partir das 17 horas, com todas as informações das equipes e a expectativa da torcida tricolor. Depois, com a transmissão da partida ao vivo, para toda a rede, em parceria com o Esporte Interativo.

Para os donos da casa, não resta outra opção: a equipe terá de se superar para reverter o placar de 3 a 0 do jogo da ida, em Teresina. O técnico da Lajeadense, Luiz Carlos Winck, já avisou que a ordem é pressionar os visitantes, de forma intensa. A situação é a seguinte: para seguir adiante, os gaúchos precisam vencer por quatro gols. Em caso de repetição do placar do jogo de ida, a decisão vai para os pênaltis. Missão difícil, mas que os gaúchos tentarão cumprir a todo custo.

Ou seja: o River pode perder por até dois gols de diferença que carimba o acesso. Apesar da boa vantagem, o técnico Flávio Araújo passou a semana reforçando a necessidade de manter os pés no chão e o alerta ligado. "Não podemos esperar que eles nos pressionem. Se vierem para cima, vamos para cima deles também", disse o treinador riverino.

A preocupação tem motivo: o Lajeadense já mostrou que pode ser muito perigoso em seus domínios (4 a 0 no Central/PE nas oitavas de final) e que tem jogadores que podem desequilibrar - como o atacante Ramon, autor de oito gols na competição e vice artilheiro. A seu favor, o Galo conta com um ataque inspirado (Fabinho marcou três gols nos ultimos dois jogos e o experiente Eduardo desencantou no jogo passado), além de jogadores do meio campo e da defesa que também aparecem de forma ofensiva.

O River tem a volta do volante Rogério, que cumpriu suspensão no jogo passado. Não está descartada a possibilidade de o Galo ir com três volantes (Amarildo, Thiago Dias e Rogério). Ontem, a equipe tricolor fez o reconhecimento da Arena Alviazul. Sob a batuta de Flávio Araújo, o Galo realizou um trabalho com foco nas finalizações. O trio de arbitragem para o jogão de hoje é carioca: Bruno Arleu de Araujo apita, auxiliado por Andréa Izaura Maffra Marcelino de Sá e Carlos Henrique Alves de Lima Filho.

Chuva pode dificultar o toque de bola

E se o gramado do estádio do Lajeadense já está pesado por conta das chuvas das últimas semanas, a situação pode piorar hoje. De acordo com o CPTEC (Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos), a previsão do tempo para hoje é de chuva com trovoadas na parte da tarde, o que pode dificultar as condições de jogo. A temperatura máxima prevista para esta segunda na cidade do interior gaúcho é de 29 graus, com mínima de 13. Na hora da partida, a temperatura deve ficar em torno dos 18 graus.

O time riverino viajou para Lajeado ainda na sexta-feira, com o objetivo de fazer uma adaptação mais plena ao clima (que é bem diferente do calor escaldante típico de Teresina nesta época do ano). O técnico Flávio Araújo garantiu que a equipe está preparada para o jogo - com ou sem chuva. O campo sofreu algumas intervenções para tentar amenizar os estragos dos últimos dias, como a aplicação de areia nas áreas próximas aos gols. 

Para Flávio Araújo, o clima não será um obstáculo tão difícil para o time, porém, o campo de jogo pode se transformar em mais um adversário para o Galo. “É importante a gente treinar para conhecer o gramado. A chuva por aqui deixou cerca de 30% do campo encharcado, mas estamos na guerra, estamos na luta e toda adversidade que surgir nós estamos preparados para encarar”, disse.

Os temporais seguem castigando a população gaúcha: Ontem, o prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, declarou emergência por conta das fortes chuvas que atingem a capital. Vários outros municípios do estado também passam por dificuldades.

Fonte: Dowglas Lima