River perde Fabinho e Célio Codó no 1º jogo do mata-mata na série D

Às portas do mata-mata na série D, os desfalques seguem aumentando

Às portas do mata-mata na série D, os desfalques seguem aumentando no River Atlético Clube. Na tarde de ontem, o treinador Flávio Araújo recebeu a confirmação de que os atacantes Fabinho e Célio Codó não seguirão com o time para a cidade de Estância, onde o Galo enfrenta, no domingo, o Estanciano, no primeiro jogo das oitavas de final.

Fabinho trata um estiramento muscular e também um problema no ligamento do joelho. Já Codó apresentou uma contratura muscular na panturrilha esquerda.

Além deles, o zagueiro Paulo Paraíba (lesionado na canela esquerda) e o meia Esquerdinha (suspenso por conta da expulsão contra o Palmas) compõem a lista de baixas no tricolor. Mas o poleiro do Galo também teve uma notícia boa: o goleiro Naylson não teve a lesão diagnosticada e volta aos treinos nesta quarta.

O volante Amarildo comentou a situação do time e minimizou os desfalques. “Estamos passando bastante confiança para quem está entrando para que eles sintam menos o jogo.

Graças a Deus temos um grupo muito bom, forte, qualificado e experiente. Estamos encarando esse mata-mata como mais uma das finais que almejamos na nossa meta do acesso”, disse o jogador.

Para Júnior Xuxa, o momento é decisivo. “Chegou a hora da verdade, onde precisamos nos impor mais ainda e dar o máximo no jogo. Para isso temos que estar com a cabeça boa.

O Estanciano é um time muito difícil de ser batido lá em Estância, mas nós já mostramos que temos qualidade para jogar de igual para igual. Espero que tenhamos uma tarde feliz no dia do jogo”.

Fonte: Dowglas Lima