Robinho: "Neymar e Ganso farão história na seleção"

Robinho: "Neymar e Ganso farão história na seleção"

Com vaga de Adriano ameaçada, jovem atacante santista pode ser opção de Dunga

A campanha por Neymar e Paulo Henrique Ganso na Copa do Mundo da África do Sul é imensa. De Pelé a Vanderlei Luxemburgo, todos pedem os jovens na seleção brasileira. Robinho, nome garantido no ataque do time de Dunga, é só elogios aos companheiros do Santos. Especialmente a Neymar, com quem espera reeditar a dupla ofensiva da Vila na seleção.

- Neymar é um jogador diferenciado, tem facilidade para driblar e para finalizar. Tem um futuro brilhante. O Ganso também. O futuro dos dois é na seleção brasileira. São jogadores que vão fazer história.

Neymar poderia ocupar a vaga de Adriano, que tem rendido pouco no Flamengo e irritado o técnico Dunga pela sua falta de dedicação fora de campo. Robinho, inclusive, aconselhou o amigo carioca, que classificou como um ?dos melhores atacantes? com quem jogou, a se cuidar mais.

O camisa 7 do Santos não acha que a falta de experiência poderia atrapalhar os jovens em uma eventual participação na Copa, pois, segundo o atacante, ?jogador de futebol tem que amadurecer muito cedo?.

Neymar, por sua vez, não esconde o desejo de vestir a camisa da equipe nacional. Embora diga que não pense muito no assunto por enquanto, é inegável que a pressão externa fura a blindagem feita em torno do jogador e influencia seu modo de pensar.

- Venho tentando jogar bem para um dia estar na seleção. É um objetivo e um sonho meu vestir a camisa verde e amarela.

O artilheiro santista na temporada minimizou a fama de goleador, o que poderia justificar sua possível convocação no lugar de Adriano. Segundo ele, os gols saem por influência dos companheiros de equipe. Portanto, ele aproveitou para pedir a permanência de Robinho e companhia no Santos depois da Copa.

- É muito cedo para dizer que sou goleador. Faço esses gols por causa do Ganso, do Robinho e dos outros jogadores. Espero que eles fiquem comigo aqui no Santos muito tempo ainda.

Robinho afirmou não ter nenhuma proposta de clubes europeus para depois do Mundial e reiterou o desejo de permanecer no Santos, principalmente se vencer o Campeonato Paulista, inédito para o jogador. Para ele, a sequência de jogos está trazendo seu bom futebol de volta.

- Quanto mais jogos eu faço, melhor eu vou ficando para chegar bem na Copa do Mundo. Pego entrosamento e ritmo de jogo.

O Santos entra em campo neste domingo, às 16h (de Brasília), no Pacaembu, contra o Santo André, pela primeira partida da decisão do Campeonato Paulista. O time do litoral tem a vantagem de jogar por dois empates.

Fonte: R7, www.r7.com