Ronaldo marca, mas Flamengo empata e Corinthians perde a chance de liderar o Brasileirão: 1 a 1

Ronaldo marca, mas Flamengo empata e Corinthians perde a chance de liderar o Brasileirão: 1 a 1

O Corinthians veio ao Engenhão nesta quarta-feira determinado a assumir a liderança

O Corinthians veio ao Engenhão nesta quarta-feira determinado a assumir a liderança do Campeonato Brasileiro, mas terá que se contentar com o segundo lugar. A equipe paulista abriu o placar com Ronaldo, mas sofreu o empate e ficou no 1 a 1 com o Flamengo. O time carioca buscou a igualdade no segundo tempo, e fica na 13ª colocação da tabela.

Ronaldo havia marcado seu último gol em 8 de setembro, na Arena da Baixada, em polêmico confronto com o Atlético-PR que terminou empatado por 1 a 1. O tento saiu em cobrança de penalidade.

O gol do Flamengo foi marcado por Diogo, que desencantou com a camisa rubro-negra. De quebra, garantiu a invencibilidade de Vanderlei Luxemburgo, que não perdeu em seus quatro jogos no banco de reservas da equipe carioca.

Nesta quarta, Flamengo entrou em campo com uma equipe ofensiva baseada em três atacantes. Diego Maurício, Diogo e Deivid foram escalados juntos para ameaçar a defesa corintiana, enquanto Renato Abreu foi o responsável pela criação. Na zaga, Welinton e Ronaldo Angelim formaram a dupla, com David no banco.

No Corinthians, Ronaldo fez seu terceiro jogo seguido como titular, formando dupla com Iarley novamente. O time veio ao Engenhão com a mesma escalação que derrotou o Palmeiras em clássico no domingo, com o meio de campo formado por Ralf, Jucilei, Elias e Bruno César.

Ronaldo faz

O jogo começou frio, com as equipes apenas trocando passes no meio de campo. A primeira chance saiu em falta cobrada por Renato Abreu aos 4min, mas a bola saiu longe do travessão de Julio César. Já o Corinthians teve boa chance aos 8min, quando Ralf saiu na cara de Marcelo Lomba após ótimo passe de Ronaldo, mas o volante chutou em cima do goleiro.

Os chutes de longe passaram a ser a arma para ameaçar o gol adversário. Aos 13min, Renato Abreu arriscou finalização e o goleiro corintiano defendeu. Dois minutos depois, Roberto Carlos cobrou falta da intermediária e a bola passou rente à trave direita de Marcelo Lomba. O Flamengo apostava seus ataques pela esquerda, pelas costas de Alessandro.

A partida tinha seus lances ofensivos enfraquecidos pela baixa criatividade dos meio-campistas, que abusavam dos erros de passe. Quando um meia acertou o pé, saiu o primeiro gol da partida. Aos 30min, Bruno César lançou na área e Ronaldo, em posição legal, girou para tocar no canto esquerdo do gol.

Desorganizado, o Flamengo não conseguia vencer a marcação corintiana, ameaçando em lançamentos de longe e na bola parada. Aos 39min, Léo Moura cobrou falta na entrada da área e mandou a bola sem perigo para Julio César. Três minutos depois, Renato cobrou escanteio e William afastou o perigo.

Diogo empata

No segundo tempo, o Flamengo voltou com Marquinhos no lugar de Deivid, para recompor o meio de campo. E a equipe rubro-negra precisou de apenas dois minutos para empatar. Renato Abreu desviou escanteio cobrado pela direita e Diogo completou ao fundo das redes. Os primeiros minutos foram bem melhores para o time carioca, que demonstrou mais futebol do que antes do intervalo.

O Corinthians ficou perto do segundo gol aos 10min. Bruno César cobrou falta na entrada da área e a bola explodiu no travessão. O Fla respondeu quatro minutos depois, em chute potente de Diego Maurício que parou nas mãos de Julio César. A partida ficou truncada depois dos lances ofensivos nos primeiros minutos, com a marcação prevalecendo sobre a criação.

Para dar sangue novo ao jogo, Luxemburgo lançou Correa no lugar de Willians, e em seguida Val Baiano no lugar de Diogo. Já Tite apostou em Paulinho e Danilo substituindo Bruno César e Iarley, reforçando a marcação. A partida diminuiu ainda mais de ritmo, com o time paulista postando-se no meio de campo e apostando no contra-ataque.

Aos 40min, o Corinthians teve excelente oportunidade de conseguir sua vitória. Ronaldo arrancou ao ataque com a bola dominada, enfrentando dois marcadores, mas o atacante tropeçou na área e caiu no gramado. Já o Flamengo perdeu sua última chance aos 47min, em cruzamento de Diego Maurício que foi cortado por Roberto Carlos.

Fonte: Terra, www.terra.com.br