Ronda vence "Batalha olímpica" contra McMann em luta polêmica

Ronda vence "Batalha olímpica" contra McMann em luta polêmica

Árbitro Herb Dean interrompe a luta após joelhada na linha de cintura que derrubou a desafiante com apenas 1m06s de luta. Público vaiou a decisão

A polêmica parece rondar a campeã feminina dos pesos-galos do UFC Ronda Rousey. Na madrugada deste domingo, a lutadora venceu pela nona vez na carreira, e defendeu seu cinturão pela terceira vez diante de Sara McMann, uma medalhista olímpica de wrestling que jamais havia sido derrotada em sete combates. Tudo certo para ela, a não ser pela forma como a vitória foi conseguida. Com apenas 1m06s de luta, a campeã aplicou uma joelhada na linha de cintura da desafiante, que caiu. O árbitro Herb Dean decidiu encerrar a luta no exato instante que McMann dava sinais de recuperação, o que provocou a ira do público presente ao Mandalay Bay, em Las Vegas, lembrando a mesma vaia ouvida pela campeã quando não apertou a mão de MIesha Tate após derrotá-la em sua última luta.

- Vendo seus vídeos, sabíamos que ela deixava o corpo aberto. Sendo wrestler, ela tinha postura ruim, então focamos em golpes no fígado neste camp. A joelhada de esquerda estava funcionando bem. Sobre as vaias, é legal que haja vaias, porque quem está do lado de quem vaia tem que aplaudir mais alto para ser ouvida. Obrigado pelas emoções, pessoal - disse a campeã.

Para Sara McMann, o erro foi seu, e não da arbitragem.

- Achei que era uma boa luta. Ninguém consegue fortalecer o fígado, não importa o quanto você treina. Vou melhorar, ganhar lutas e espero ter uma revanche algum dia. Eu estava tentando me levantar, mas é minha culpa. O árbitro tem que nos proteger, eu deveria ter levantado mais rápido. Tenho que controlar onde a luta é disputada e deveria ter saído da grade mais rápido.

A luta

A luta começou com as duas lutadoras buscando a trocação aberta, e Sara McMann acertou bons socos no rosto de Ronda Rousey, que não recuou e buscou as joelhadas na altura da cintura, encurralando a desafiante na grade. Após algumas trocas de golpes, a campeã acertou uma bela joelhada na altura da cintura de Sara McMann, que sentiu e caiu, ficando alguns segundos sem ação. O árbitro Herb Dean encerrou a luta quando a desafiante mostrou reação, o que levou os fãs presentes ao Mandalay Bay a vaiarem a decisão.

Esta foi a primeira vez que Ronda Rousey venceu uma luta sem ser por chave de braço, que é a sua marca registrada. A lutadora chega à nona vitória em nove lutas, e acaba com a invencibilidade da adversária, Sara McMann, que vinha invicta em sete combates.

Fonte: GloboEsporte.com