Santos aposta em "embalo do amor" contra o Atlético-PR

Santos aposta em "embalo do amor" contra o Atlético-PR

Zé Eduardo, o popular Zé Love, marcou três gols contra o Fluminense e está mantido

Mais surpreendente do que a vitória por 3 a 0 sobre o Fluminense, líder do Campeonato Brasileiro, em pleno Engenhão, foi a atuação de Zé Eduardo. Autor dos três gols santistas, o popular Zé Love, normalmente terceira opção de ataque da equipe, teve seu dia de protagonista.

Ainda sem poder contar com Keirrison e Marcel, donos habituais da camisa 9 alvinegra, que continuam sem condições de jogo, o técnico Marcelo Martelotte voltará a apostar em um dos melhores amigos de Neymar neste sábado (9), às 18h30 (de Brasília), diante do Atlético-PR, na Vila Belmiro, para engatar uma sequência positiva e continuar sonhando com a conquista do título nacional.

- Um atacante que faz três gols contra o líder do Campeonato Brasileiro foi perfeito em sua função, pois sempre esteve bem posicionado. Vamos dar confiança para que ele tenha uma sequência de jogos e venha a ser o atacante que o Santos necessita.

Único remanescente dos ?Meninos da Vila? em condições de jogar, já que Ganso está machucado, enquanto Wesley e André respiram ares europeus, Neymar, parceiro de setor de Zé Love, resumiu bem a confiança que tem no companheiro.

- Ele joga muito.

Novamente com o nome envolvido em um escândalo fora das quatro linhas, Neymar, que teria organizado uma festinha particular com prostitutas após a vitória sobre o Grêmio, em Porto Alegre, quer enterrar seu lado ?baladeiro? de vez para ajudar o Alvinegro a chegar mais perto do topo.

- O Santos está muito bem na competição. Agora, vamos aproveitar o momento.

O técnico interino alvinegro, Marcelo Martelotte, também vê o duelo contra o Atlético-PR como importante para o destino da equipe no campeonato.

- É um jogo em que poderemos buscar três pontos e, ao mesmo tempo, frear a caminhada do adversário. A diferença para o líder ainda é grande, mas espero que possamos nos aproximar ainda mais dos primeiros colocados, pois temos um jogo a menos e queremos ter uma ideia de onde podemos chegar.

Para esse compromisso, o Santos terá sérios problemas. Seis jogadores estão entregues ao departamento médico: o goleiro Felipe, os zagueiros Edu Dracena e Bruno Aguiar, os meias Marquinhos e Paulo Henrique Ganso (que só volta a jogar em 2011), e o atacante Marcel. Além deles, o zagueiro Bruno Rodrigo, o volante Rodriguinho, o meia Madson e o centroavante Keirrison, que foram liberados pelos médicos, estão passando por um período de recuperação física.

Furacão visa à América

O Atlético-PR, em quinto lugar, com 43 pontos, ainda vive a expectativa de chegar ao grupo dos três melhores classificados e brigar pela vaga na Libertadores da América. Embora não seja um concorrente direto a esse objetivo, já que garantiu lugar na competição continental graças ao título da Copa do Brasil, o Peixe pode atrapalhar os planos e tornar mais complicada essa tarefa para o Rubro-Negro. Esse é um dos desafios do técnico Sérgio Soares, que vai para seu segundo jogo no comando do time sob pressão.

Além de não contar com o goleiro Neto e com o meia Guerrón, que servem as seleções brasileira e equatoriana, respectivamente, também não terá o atacante Maikon Leite, suspenso pelo terceiro carão amarelo. A boa notícia é o retorno de Branquinho.

O meia, ex-Santo André, é o jogador de confiança de Soares e será peça fundamental, segundo adiantou o comandante atleticano.

- O Branco é aquele homem que conduz a bola, que tira o adversário da frente. É um jogador importante. Nós vamos adiantar o Ivan para trabalhar ali com Nieto, que joga muito isolado. Infelizmente o Deivid [lesionado] está fora, mas a gente vai forte para o jogo.

FICHA TÉCNICA

SANTOS X ATLÉTICO-PR

Local: estádio Vila Belmiro, em Santos (SP)

Data: 9 de outubro de 2010, sábado

Horário: 18h30 (de Brasília)

Árbitro: Felipe Gomes da Silva (RJ)

Assistentes: Rodrigo Pereira Joia e Ediney Guerreiro Mascarenhas (ambos do RJ)

SANTOS: Rafael; Pará, Vinícius Simon, Durval e Léo; Roberto Brum, Arouca, Danilo e Alan Patrick; Neymar e Zé Eduardo

Técnico: Marcelo Martelotte

ATLÉTICO-PR: João Carlos; Elder Granja, Manoel, Rhodolfo e Paulinho; Chico, Olberdam, Branquinho e Paulo Baier; Ivan Gonzalez e Nieto

Técnico: Sérgio Soares

Fonte: R7, www.r7.com