Santos aumenta proposta por Robinho e fica perto do Milan

Santos aumenta proposta por Robinho e fica perto do Milan

Santos oferece R$ 20,7 milhões para repatriar Robinho, Milan pede R$ 27,7 milhões

A diretoria do Santos ?nada contra a maré? para repatriar o atacante Robinho. Apesar do pai do jogador afirmar que seu filho não voltará ao futebol brasileiro na próxima temporada, o Comitê Gestor do clube fez uma nova proposta ao Milan, da Itália, e ficou mais próximo do valor exigido pelos italianos.

Apesar da última proposta de 5 milhões de euros (R$ 13,6 milhões) ser rejeitada pelo Milan, o Santos parece que sentiu a pressão da torcida em relação à contratação de reforços e decidiu oferecer 7,5 milhões de euros pelo atacante (R$ 20,7 milhões). A equipe italiana pede 10 milhões de euros (R$ 27,7 milhões) para liberá-lo.

?A gente mantém as negociações. Não falamos de valores, é uma negociação difícil, mas tem o esforço do Santos para tentar realizar o sonho do torcedor?, afirmou o vice-presidente do clube, Odílio Rodrigues.

Apesar de aumentar a proposta ao Milan, o Santos ainda precisa convencer Robinho a reduzir os valores salariais.

Apuramos que o atacante pediu R$ 1,1 milhão de salários, limpos de taxas e encargos trabalhistas, o que representa uma despesa bruta de R$ 1,8 milhão mensais ao clube. Atualmente, Robinho recebe do Milan pouco mais de R$ 1 milhão de salário em uma conta bancária no Brasil, já com os impostos descontados da Europa.

?O Robinho é um desejo de todo santista, não só da torcida. A diferença é que além de torcedor, somos dirigentes. A gente mantém as conversações dentro de uma possibilidade que o Santos pode suportar. As conversações são mantidas, só precisamos lembra que é uma negociação difícil, pois envolve cifras elevadas. Nós sabemos o desejo da torcida, trabalhamos muito para realizar o sonho, mas existe uma distancia entre o sonho e a realidade a percorrer?, disse o dirigente santista.

A diretoria do Santos sabe que a contratação de Robinho acalmaria os ânimos de torcedores e conselheiros do clube. Nesta segunda-feira, a torcida protestou com rojões e faixas. Promessas não cumpridas e até um churrasco com conselheiros do Corinthians deram início aos rumores de impeachment do presidente Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro na Vila Belmiro.

Apesar do sonho em repatriar Robinho, o pai do jogador deu um ?ducha de água fria? nos planos da diretoria alvinegra. Gilvan de Souza fez um apelo para a cúpula santista não iludir o torcedor e garantiu que seu filho não voltará ao Brasil em 2013.

?Não adianta ficar iludindo o torcedor, tem que falar a verdade. O Robinho não sai do Milan. O Milan já vendeu outros atacantes e não vai vender o Robinho. Já colocaram o Robinho em vários clubes, não tem nada, ele vai permanecer no Milan?, afirmou o pai do atleta.

Fonte: UOL