Santos encara Inter e busca 1º gol como visitante no Brasileirão

Em quatro jogos longe da Vila Belmiro, o Peixe empatou duas vezes por 0 a 0 e foi derrotado em outras duas oportunidade.

Contra um gaúcho (Grêmio), o Santos deu fim ao tabu de ainda não ter vencido no Campeonato Brasileiro, com um 4 a 2 na Vila Belmiro, domingo passado. Diante de outro time do Rio Grande Sul, o Peixe tem agora a missão de encerrar outra marca não muito agradável. Neste domingo, às 16h, o Alvinegro vai ao Beira-Rio encarar o Internacional atrás de seu primeiro gol como visitante.


Santos encara Inter e busca 1º gol como visitante no Brasileirão

Até o momento, já foram quatro partidas longe da Vila Belmiro no Brasileirão, com dois empates sem gols diante de Bahia (1ª rodada) e Portuguesa (7ª) e duas derrotas por 1 a 0 para São Paulo (4ª) e Flamengo (5ª). O curioso é que, passadas oito rodadas da competição, o Santos é o único time do torneio que ainda não foi às redes jogando fora de seus domínios.

Nestes quatro embates como visitante, o Peixe foi a campo com o time completo somente contra a Lusa. Ante os demais rivais, Muricy Ramalho mandou ao gramado uma equipe "alternativa", devido às disputas na Taça Libertadores da América. Diante do Inter, o Alvinegro só não irá com força máxima porque Neymar, Paulo Henrique Ganso e Rafael estão com a Seleção, e Edu Dracena está com dores na coxa esquerda.

No ano passado, o Santos também sofreu jogando fora de casa. Tanto que a primeira vitória alvinegra como visitante no último Brasileirão veio apenas na 18ª rodada - 2 a 1 diante do Bahia, em Pituaçu, com gols de Neymar e Alan Kardec. O desempenho distante de seus domínios já vinha prejudicando o Peixe: até então, eram sete derrotas e um empate.

O retrospecto santista como visitante no ano, por sua vez, nem era dos piores antes do Brasileirão. Durante o Campeonato Paulista e as duas primeiras fases da Libertadores (etapa de grupos e oitavas), foram 14 jogos fora de casa, com cinco vitórias (quatro pelo Paulistão e uma na Libertadores), três empates e seis derrotas.

Com o advento do Brasileirão e da reta final da Libertadores, porém, o rendimento alvinegro longe de seus domínios despencou. Da derrota por 1 a 0 para o Vélez Sarsfield (primeiro jogo das quartas do torneio sul-americano) para cá, foram seis partidas como vistante, com três empates e três derrotas. O aproveitamento, de 42,85%, caiu para 35%.

O rendimento alvinegro como mandante, em contrapartida, salta aos olhos. Em 21 partidas, são 16 vitórias, três empates e apenas duas derrotas - 80,9% de aproveitamento. Só na Vila Belmiro foram 14 partidas, com 10 vitórias, três igualdades e um revés (para o Corinthians, no primeiro jogo das semifinais da Libertadores).

O Santos atualmente é o 14º colocado do Brasileirão, com oito pontos. Está um ponto a frente da zona de rebaixamento, encabeçada pelo Bahia (sete pontos, 17º lugar), e sete atrás do Botafogo, quarto colocado e último time a figurar no G4 da Libertadores. O líder da competição é o Atlético-MG, com 19 pontos - 11 a mais que o Peixe.

Fonte: GloboEsporte