Santos fica no empate com o Ceará

O Santos começou a partida ao seu estilo, indo para cima do adversário e assustando em cabeçada de Neymar

Com quase todos os titulares em campo - apenas Léo e Robinho foram poupados - o Santos pressionou o Ceará na Vila Belmiro, mas não passou de um empate por 1 a 1, com direito a pênalti desperdiçado por Neymar. O atacante, que já havia convertido uma cobrança anterior no jogo, viu sua tradicional paradinha não funcionar contra o goleiro Diego e chutou para fora na segunda tentativa.

O Santos começou a partida ao seu estilo, indo para cima do adversário e assustando em cabeçada de Neymar aos 6min. Porém, foi o Ceará quem abriu o placar. Com 9min, Misael cruzou da esquerda e o centroavante Washington, livre de marcação, cabeceou no canto esquerdo de Felipe para dar um susto no torcedor na Vila Belmiro.



Atrás no marcador, o time da casa passou a comandar as ações no meio de campo, contando principalmente com a classe de Paulo Henrique Ganso. Porém, encontrava poucos espaços para finalizar. Aos 16min, os santistas sofreram o segundo gol, incorretamente anulado: após cobrança de falta pela direita, a bola foi desviada de cabeça e Anderson, em posição legal, mandou para a rede, mas o auxiliar apontou impedimento.

O Santos mantinha a bola, mas esbarrava na marcação firme dos visitantes. Aos 26min, Neymar conseguiu escapar de um defensor e chutou de fora da área; Diego não segurou e André, impedido, marcou no rebote, mas o gol foi corretamente anulado. Dois minutos depois, André voltou a ter ótima chance ao pegar sobra dentro da área, mas finalizou por cima.

O Ceará respondeu aos 34min, com Misael, que cortou a marcação para o meio e bateu de longe, mas Felipe fez boa defesa e espalmou para escanteio. Apesar de atacar mais, a equipe paulista só conseguiu o empate em um erro da arbitragem: aos 37min, Ganso deu ótimo passe para Neymar, que foi travado na bola pelo zagueiro Fabrício dentro da área e se jogou. O árbitro Ricardo Marques Ribeiro foi na dele e marcou pênalti. O atacante santista fez duas paradinhas antes de bater, enganando Diego e deixando tudo igual no placar.



O segundo tempo começou igual ao primeiro: o Santos no ataque, o Ceará explorando a saída rápida quando ganhava a bola. Aos 5min, Misael chutou fraco de fora da área e Felipe defendeu sem problemas. Pelo time da casa, Ganso continuava distribuindo passes precisos. Aos 12min, Madson foi o presenteado; ele driblou o zagueiro e bateu cruzado, para fora.

Misael teve boa chance de colocar o Ceará de novo na frente ao sair na cara do gol aos 14min, após passe mal interceptado pela zaga santista, mas bateu torto de pé esquerdo e a bola passou longe da meta. Aos 21min, mais uma chegada perigosa dos visitantes: Washington recebeu bola alçada na área e se esticou para chegar antes de Felipe, mas mandou para fora.

Neymar protagonizou lance de habilidade aos 23min ao aplicar um "elástico" sobre o zagueiro, mas não conseguiu dar prosseguimento ao lance. Em busca da vitória, o Santos parou de tocar a bola e passou a insistir na jogada aérea, principalmente após a entrada de Marcel no lugar de André.

Recuado, o Ceará aguentava a pressão como podia. Aos 38min, Neymar deu belo drible em Luizinho, invadiu a área e foi derrubado pelo adversário por trás: pênalti. O garoto foi novamente para a cobrança, mas desta vez Diego não caiu diante da paradinha e o camisa 11 errou o chute, mandando a bola para fora.

A equipe da casa continuou no ataque, com Madson chutando para fora com muito perigo 43min. Os ânimos se exaltaram e os treinadores Dorival Júnior e Paulo César Gusmão discutiram entre si. Aos 45min, quase o Ceará arranca a vitória no final, mas a finalização foi bloqueada pela zaga santista dentro da área. Neymar ainda pediu outro pênalti nos acréscimos, em dividida com o goleiro, mas desta vez o árbitro marcou falta de ataque e ainda deu cartão amarelo para o santista, que saiu irritado de campo.

FICHA TÉCNICA

Santos 1 x 1 Ceará

Gols

Santos: Neymar, aos 38min do 1º tempo

Ceará: Washington, aos 9min do 1º tempo

Ponto Forte do Santos

Domínio da bola no meio de campo, principalmente por conta da categoria de Paulo Henrique, melhor da partida

Ponto Forte do Ceará

Saída rápida para o contra-ataque durante boa parte do jogo, chegando à área adversária de forma mais direta

Ponto Fraco do Santos

Pouca objetividade na hora de definir os lances

Ponto Fraco do Ceará

Recuo excessivo no fim do segundo tempo, quando o time tomou sufoco e não conseguiu acertar o contragolpe

Personagem do jogo

Neymar, que cavou e converteu um pênalti no primeiro tempo, mas desperdiçou outro, desta vez bem marcado, na segunda etapa

Lances polêmicos

- Gol mal anulado do Ceará, aos 16min do 1º tempo, quando Anderson completou para as redes em posição legal

- Pênalti inexistente de Fabrício em cima de Neymar, aos 37min do primeiro tempo. O zagueiro toca a bola e o atacante do Santos se joga

Esquema Tático do Santos

4-4-2

Felipe; Maranhão, Edu Dracena, Durval e Pará; Arouca, Wesley, Marquinhos (Madson) e Paulo Henrique Ganso; Neymar e André (Marcel). Técnico: Dorival Júnior

Esquema Tático do Ceará

4-4-2

Diego; Diogo (Tony), Fabrício, Anderson e Ernandes; Michel (Juninho Cearense), João Marcos, Careca e Erick Flores (Luizinho); Misael e Washington. Técnico: Paulo César Gusmão

Cartões amarelos

Santos: Edu Dracena, André, Madson e Neymar

Ceará: João Marcos, Anderson, Fabrício e Michel

Árbitro

Ricardo Marques Ribeiro (MG)

Local

Vila Belmiro, Santos (SP)

Fonte: Terra, www.terra.com.br