Santos joga mal, mesmo com Neymar, e perde para a Ponte por 1 a 0 no Brasileirão

Santos joga mal, mesmo com Neymar, e perde para a Ponte por 1 a 0 no Brasileirão

A Ponte Preta agora está com 40 pontos e abriu sete de diferença para o Sport, primeiro time da zona de rebaixamento

O Santos fez uma de suas piores atuações no Campeonato Brasileiro, neste domingo. A Ponte Preta soube se aproveitar disso, dominou o jogo e poderia ter vencido por mais de 1 a 0, que foi o resultado final da partida. Dessa forma, o time de Campinas, que jogou em casa, reagiu na luta contra o rebaixamento. Já os santistas, que até contaram com Neymar, absolvido de punição no STJD (Superior Tribunal de Justiça), está praticamente sem objetivos na competição.

A Ponte Preta agora está com 40 pontos e abriu sete de diferença para o Sport, primeiro time da zona de rebaixamento. O próximo adversário do time de Campinas será o Cruzeiro, também em Campinas. Já o Santos fará duelo contra o Náutico, mas ainda não sabe se poderá mandar a partida na Vila Belmiro, que está interditada por tempo ilimitado pelo STJD - nesta segunda-feira acontecerá uma vistoria para avaliar o estádio.

O Santos jogou mal desde começo, enquanto a Ponte soube se aproveitar disso. Tanto que já aos 13min saiu o gol que seria decisivo: após cruzamento da esquerda, Cicinho tentou finalizar, mas apenas amorteceu a bola. Luan veio de trás, aproveitou a sobra e chutou forte para abrir o placar. Era o que a Ponte precisava para jogar com mais tranquilidade e dominar a partida: aos 28min, uma nova chance surgiu no escanteio, já que Roger escorou para Cleber, mas o cabeceio foi defendido por Rafael.

O Santos não deu qualquer indício de que iria reagir, então a Ponte continuou a atacar: aos 34min, Nikão dominou a bola no peito, dentro da área, e arriscou um bonito voleio. A bola foi para fora, perto do gol. Quatro minutos depois, Luan acertou belo passe para Roger, mas o chute do centroavante foi espalmado por Rafael. Já do outro lado, com Neymar bem marcado, o Santos não levou qualquer perigo ao gol de Edson Bastos.

Muricy Ramalho então resolveu mudar o Santos e fez duas substituições. Mas nem as entradas de Bernardo e André mudaram o andamento do jogo. A Ponte chegou com perigo aos 3min, após bicicleta ousada de Luan que foi para fora; e também aos 15min, quando Roger ficou frente a frente com Rafael, mas tocou em cima do goleiro. E a melhor chance ainda veio depois: após sobra de jogada aérea, Luan pulou para chutar a bola dentro da área e acertou o travessão.

A superioridade da Ponte era tão grande que os jogadores começaram a arriscar dribles, como o chapéu aplicado por Roger em Gerson Magrão. Mas logo depois o Santos enfim assustou, em um jogada de bola parada: Bernardo cruzou para André, que cabeceou sozinho, mas para fora. O Santos ainda se mandou para o ataque nos minutos finais, mas continuou em sua jornada infeliz e pouco ameaçou a vitória da Ponte.

Ficha técnica

PONTE PRETA 1 x 0 SANTOS

Gol

PONTE PRETA:

Luan, aos 13min do 1º tempo

PONTE PRETA: Edson Bastos, Cicinho (Xaves), Ferron, Cléber e João Paulo; Baraka, Wendel Santos, Renê Júnior e Nikão (Uendel); Luan (Rildo) e Roger

Treinador: Guto Ferreira

SANTOS: Rafael; Bruno Peres, Bruno Rodrigo, Durval e Gérson Magrão; Adriano (Patito Rodríguez), Henrique (Bernardo), Arouca e Felipe Anderson; Neymar e Miralles (André)

Treinador: Muricy Ramalho

Cartões amarelos

PONTE PRETA: Baraka, Renê Júnior e Uendel

SANTOS: André e Bruno Peres

Árbitro

Guilherme Ceretta de Lima

Fonte: Terra