Santos vence Santo André e ainda sonha

Fora de casa, o time do ABC Paulista foi mais perigoso ao longo de boa parte do jogo

 Escalado como titular depois de nove jogos entre os reservas, o jovem atacante Neymar foi o principal destaque do Santos, em tarde tímida, mas de vitória por 1 a 0, contra o Santo André, na Vila Belmiro. Fora de casa, o time do ABC Paulista foi mais perigoso ao longo de boa parte do jogo, mas acabou derrotado graças a um gol do volante Germano. Com a vitória, o Santos vai a 35 pontos e sobe pelo menos duas posições na tabela do Campeonato Brasileiro.

Já o Santo André, que reestreou o treinador Sérgio Soares, contratado para o lugar do demissionário Alexandre Gallo, chegou à terceira derrota consecutiva - e permanece na zona de rebaixamento. Com 15 minutos de jogo na Vila Belmiro, o Santo André já havia tido três oportunidades claras para abrir o placar. Na primeira, Júnior Dutra bateu para o gol após bate-rebate na área santista, e a bola passou ao lado da trave esquerda de Felipe.

Em seguida, Dutra novamente finalizou em contra-ataque que terminou com a bola passando rente à baliza. Depois, Marcelinho Carioca cobrou falta venenosa e o goleiro Felipe agarrou. Neymar começou a chamar o jogo pra si e arriscou de fora da área para boa defesa de Neneca. Em seguida, resposta do Santo André: o meia Rômulo desceu pela esquerda e quase fez. Na jogada seguinte, o gol do Santos: aos 39min, após bola centrada da esquerda, Neymar foi até a ponta direita e cruzou na cabeça de Germano, que mandou para as redes de dentro da pequena área.

Durante a segunda etapa, o Santos seguiu em ritmo irregular e teve dificuldades em controlar a partida. Vanderlei Luxemburgo tentou melhorar o Santos, promovendo a estreia do jovem meia Alan Patrick entre os profissionais, mas o único lance objetivo de perigo em meia hora foi chute do lateral George Lucas.

Fonte: Terra, www.terra.com.br