São Paulo bate o Mogi e segue na liderança: 2 a 0

São Paulo bate o Mogi e segue na liderança: 2 a 0

Como esperado, o São Paulo contou com a volta de Luís Fabiano

O São Paulo caminha a passos largos para terminar a primeira fase do Campeonato Paulista como líder. O time do Morumbi jogou na Arena Barueri, neste sábado, e conseguiu bater o Mogi Mirim por 2 a 0. Com isso, o São Paulo atingiu os 43 pontos e se isolou na liderança do Estadual, abrindo vantagem provisória de três pontos para o vice-líder Corinthians. Já o Mogi ficou com 34 pontos, em quinto lugar.

Como esperado, o São Paulo contou com a volta de Luís Fabiano, mas teve dois desfalques por lesão logo no começo do jogo: Paulo Miranda e mais uma vez Fabrício tiveram que ser substituídos já aos 15min. Mesmo assim, o time do Morumbi conseguiu abrir vantagem, com gols de Casemiro e Fernandinho em jogadas de bola parada.

O segundo tempo continuou com domínio do São Paulo na partida, mas os jogadores desperdiçaram oportunidades até um lance polêmico acontecer: o volante Casemiro, destaque do primeiro tempo, foi expulso, o que gerou reclamações do técnico Leão. Mas o Mogi não soube aproveitar a vantagem numérica em campo e pouco ameaçou a vitória tricolor.

O São Paulo fará o último jogo da primeira fase do Campeonato Paulista contra o Linense, no próximo domingo. Já o Mogi Mirim, que também já está classificado para disputar as quartas de final do Estadual, receberá o XV de Piracicaba no mesmo dia.

O jogo

O técnico Emerson Leão decidiu manter o esquema com Lucas e Fernandinho abertos pelos lados do ataque tricolor, e escalou uma equipe ofensiva para sair jogando na Arena Barueri. Cícero compôs a dupla de volantes com Fabrício; mais à frente, Jadson na ligação com o ataque e Luís Fabiano centralizado. Já o Mogi entrou com um trio de volantes à frente da zaga, mais Felipe e Roni abertos no apoio ao centroavante Hernane.

O jogo começou com o São Paulo melhor, e o Mogi apostando em marcação forte e saída rápida para o contragolpe. Aos 3min, Cortez fez boa jogada e a bola chegou a Luís Fabiano, que girou e bateu forte, assustando o goleiro Anderson. A resposta dos visitantes foi aos 9min, quando Edson Ratinho avançou pela direita, Roni ganhou de Cícero e bateu com perigo, para boa defesa de Denis.

Com os jogadores ofensivos mostrando muito individualismo, as defesas iam levando a melhor e mantendo o placar no zero, com poucas chances claras criadas dos dois lados. Aos 15min, o São Paulo teve dois jogadores lesionados de uma só vez: Paulo Miranda e, de novo, Fabrício deixaram o campo para as entradas de João Filipe e Casemiro.

A presença de Casemiro ao lado de Cícero no lugar do sem ritmo Fabrício deu outra dinâmica ao meio de campo do São Paulo, mas a marcação do Mogi Mirim seguia eficiente e, por vezes, muito dura. Com tantas faltas, porém, a equipe da capital aproveitou uma delas para abrir o placar: aos 28min, Jadson levantou na área e Casemiro testou firme para as redes.

Aos 35min, foi a vez de Casemiro quase conseguir uma assistência para gol: o volante acertou lindo passe na área para Fernandinho, mas o chute cruzado do atacante errou o alvo. Cinco minutos depois, porém, Fernandinho acertou: em nova bola parada, Jadson cruzou, Cícero jogou no travessão e o camisa 12 são-paulino apareceu para conferir no rebote.

O São Paulo cresceu após o segundo gol, mas o quarteto ofensivo seguiu sem se entender bem nos metros finais do campo e nem criar boas oportunidades de gol. A melhor chance antes do intervalo saiu de novo dos pés de Casemiro: em contra-ataque, o volante acertou belo lançamento para Jadson, mas o camisa 10 errou o passe para Luís Fabiano na área.

Depois do intervalo, o jogo começou mais lento na etapa final, mas Luís Fabiano teve boa chance de gol aos 12min. Ele chutou cruzado e o goleiro defendeu, mas o juiz marcou impedimento. Aos 19min, quem chamou a responsabilidade foi Lucas, que saiu da ponta direita com uma jogada individual, mas errou o chute ao entrar na área.

Tudo caminhava para uma vitória tranquila do São Paulo até que uma expulsão polêmica animou a partida. Aos 27min, após fazer falta em Jeferson Maranhão, Casemiro recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso, para reclamação do técnico Émerson Leão.

Com um a mais em campo, finalmente o Mogi Mirim melhorou no jogo e chegou a esboçar alguma reação. Aos 35min, uma boa oportunidade foi criada por Felipe. Ele lançou Val na área, de frente para o goleiro, mas Dênis conseguiu defender. Foi a única grande chance do Mogi, que não conseguiu mais assustar o São Paulo.

Ficha técnica

SÃO PAULO 2 x 0 MOGI MIRIM

Gols

SÃO PAULO:

Casemiro, aos 28min, e Fernandinho, aos 40min do 1º tempo

SÃO PAULO: Denis; Piris, Paulo Miranda (João Filipe), Rhodolfo e Cortez; Fabrício (Casemiro) e Cícero; Lucas, Jadson e Fernandinho (Osvaldo); Luís Fabiano

Treinador: Émerson Leão

MOGI MIRIM: Anderson; Edson Ratinho (Luis Felipe), João Paulo, Tiago Alves e Lucas Fonseca; Val, Baraka (Vitinho) e Renê Júnior; Roni (Jeferson Maranhão), Hernane e Felipe.

Treinador: Guto Ferreira

Cartões amarelos

SÃO PAULO: Cícero, Casemiro e Luís Fabiano

MOGI MIRIM: Val, Lucas Fonseca, Tiago Alves, João Paulo e Baraka

Cartão vermelho

Casemiro

Público: 12.912 pagantes

Árbitro

Vinicius Furlan

Local

Arena Barueri, Barueri (SP)

Fonte: Terra