São Paulo bate Vasco por 2 a 0, vence segunda com Muricy e sai da zona do rebaixamento

São Paulo bate Vasco por 2 a 0, vence segunda com Muricy e sai da zona do rebaixamento

Vasco e São Paulo jogam mais uma vez pelo Campeonato Brasileiro, na 22ª rodada, na próxima quarta-feira

A partida disputada na tarde deste domingo em São Januário provocou uma substituição na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro: sai o São Paulo, que venceu por 2 a 0 e manteve ascensão desde a chegada do técnico Muricy Ramalho, e entra o Vasco, que com a derrota dentro de casa, no Rio de Janeiro, se encontra oficialmente em estado de alerta.

Isso porque o São Paulo alcançou os 24 pontos, empatado com Criciúma, Vitória e o próprio Vasco da Gama. Pelos critérios de desempate, no entanto, só a equipe catarinense leva a melhor em relação aos paulistas, o que faz com os vascaínos agora permaneçam no 17º lugar. Os baianos são os únicos que ainda jogam neste domingo, contra o Náutico.

Vasco e São Paulo jogam mais uma vez pelo Campeonato Brasileiro, na 22ª rodada, na próxima quarta-feira. O time carioca recebe o Vitória em São Januário, às 19h30 (de Brasília). Os são-paulinos, por sua vez, encaram o Atlético-MG às 21h50, no Morumbi.

A partida em São Januário começou com o São Paulo mais perigoso, porém com o Vasco com posse da bola. Aos 3min, Maicon quase marcou em chute da entrada da área, após passe de Ganso. Mais 8min, Cris perdeu grande chance para o time carioca ao errar cabeçada em cobrança de escanteio de Juninho. Aos 22min, Rogério Ceni fez boa defesa em chute de Marlone pela esquerda.

O gol só foi sair em jogada de bola parada. O São Paulo abriu o placar. Aos 30min, Jadson bateu escanteio na esquerda, e Rodrigo Caio subiu entre a zaga para cabecear para as redes. O Vasco tentou pressionar até o intervalo, mas só teve mais uma boa chegada: aos 38min, Marlone ficou com sobra na área e deu belo chapéu em Reinaldo, mas foi travado no momento da finalização.

No segundo tempo, o Vasco pressionou o São Paulo em busca do empate. Dakson quase marcou de cabeça aos 2min ? a bola quicou e passou rente ao travessão ? e Reginaldo também, em chute cruzado aos 5min defendido por Rogério Ceni. Juninho Pernambucano também desperdiçou boa oportunidade em cobrança de falta aos 20min. Em uma falha da defesa, no entanto, o time carioca pôs tudo a perder.

Aos 25min, Jadson cobrou escanteio, e Rodrigo Caio cabeceou, mas a bola ficou prensada pela zaga do Vasco e subiu; o goleiro Diogo Silva saiu do gol para afastar de soco, mas errou de forma bizarra, mandando a bola para trás. Antônio Carlos, de frente para o gol, só precisou empurrar para as redes, aumentando o placar e a tranquilidade são-paulina em São Januário.

O time ainda quase fez o terceiro, em grande jogada de Aloísio, que recebeu pela direita, passou por dois marcadores e tocou por baixo de Diogo Silva, que conseguiu bloquear.

Fonte: Terra