São Paulo goleia Noroeste e mantém chances de ser líder

São Paulo goleia Noroeste e mantém chances de ser líder

Em cobrança de pênalti, Rogério Ceni abriu o marcador aos 35min do primeiro tempo

Mesmo com o time desfalcado, o São Paulo não encontrou problemas para se impôr contra o ameaçado Noroeste neste domingo. Em partida disputada no Estádio Alfredo Castilho, em Bauru, a equipe da capital derrotou os donos da casa por 4 a 1, pela penúltima rodada do Campeonato Paulista.

Em cobrança de pênalti, Rogério Ceni abriu o marcador aos 35min do primeiro tempo. Marlos ampliou a vantagem aos 15min da etapa final. Dagoberto marcou o terceiro tento do São Paulo aos 30min. Dois minutos depois, Aleílson descontou para o time da casa. Nos acréscimos, Ilsinho transformou a vitória em goleada.

O São Paulo chega aos 40 pontos e vai disputar a primeira colocação da primeira fase do Estadual com o Palmeiras (líder com 41 pontos) na última rodada, quando recebe o Oeste. Já o Noroeste ocupa a 16ª posição com 17 pontos. Para escapar do rebaixamento, a equipe precisava vencer o Ituano na última rodada.

O jogo

Sem cinco jogadores, o técnico Paulo César Carpegiani voltou a escalar o São Paulo no clássico 4-4-2, com Jean de volta a lateral e Rivaldo, que substituiu Lucas - suspenso-, responsável pela armação da equipe. No ataque, o treinador preferiu optar por dois atletas de movimentação, com Marlos e Dagoberto.

Mesmo com um time misto, o São Paulo teve a posse de bola nos primeiros minutos da partida. Em boa jogada rápida pela esquerda, a equipe da capital quase contou com a colaboração do Noroeste para abrir o placar em Bauru. Aos 4min, Rivaldo cruzou para a área em busca de Dagoberto, o zagueiro Glaydson tentou afastar e quase testou para as próprias redes.

Através da tradicional bola área, o São Paulo desperdiçou outra grande chance aos 11min. Em falta perto da área pelo lado direito, Rivaldo levantou na área. Casemiro subiu mais alto e desviou para o gol e a bola bateu no travessão. Dagoberto aproveitou o rebote, mas chutou no meio do gol para defesa de Yuri no meio do gol.

O Noroeste aproveitou contra-ataque e teve boa chance no minuto seguinte. Gustavo recebeu passe pelo lado esquerdo do ataque e arrrematou para finalização de Rogério Ceni. Precisando da vitória para escapar do rebaixamento, o time da casa aproveitava o lado direito da defesa do São Paulo para tentar chegar ao gol, mas o ataque foi bem neutralizado pelos defensores da equipe tricolor.

Melhor em campo, o São Paulo esbarrava no excesso de jogadores adversários atrás da linha da bola. Para furar a defesa, era preciso uma jogada individual, como fez Marlos. O camisa 15 fez boa jogada pelo lado direito, ganhou do marcador na corrida e, na linha de fundo, tocou para trás. Na entrada da área, Rivaldo ajeitou o corpo para chutar de primeira com a canhota, mas a bola saiu muito alto por cima do gol.

A equipe de Carpegiani passou a concentrar as jogadas em velocidade pelo lado esquerdo. Aos 28min, Dagoberto arriscou de fora da área para defesa em dois tempos do camisa 1 do time da casa. Dois minutos depois, Jean e Dagoberto fizeram bonita tabela no meio da zaga do Noroste e a bola sobrou para o camisa 2 na entrada da área, que chutou para defesa do goleiro Yuri. Na continuação da jogada, Marlos fintou o marcador e chutou para nova defesa do arqueiro do Noroeste.

Em nova jogada de toques rápidos entre os marcadores do Noroeste, o São Paulo conseguiu o gol que abriu o marcador no Alfredo Castilho. Aos 34min, Marlos lançou para Junior Cesar na área. O jogador trombou com Márcio Gabriel e o árbitro Rodrigo Guarizo do Amaral marcou pênalti, para desespero do time da casa. Rogério Ceni bateu a infração no ângulo direito do goleiro Yuri, que caiu para o outro lado e colocou a equipe tricolor em vantagem. O camisa 1 se recuperou da cavadinha que tentou fazer contra o Santa Cruz, no meio da semana, quando o arqueiro rival defendeu facilmento no meio do gol.

Após o gol, o São Paulo diminuiu a vantagem e passou a administrar o resultado positivo em Bauru. Nervosos, os jogadores do Noroeste receberam três cartões amarelos e não conseguiram ameaçar o gol defendido por Rogério Ceni.

Na etapa final, o São Paulo ampliou a partida aos 15min. França puxou Junior Cesar no campo de ataque, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso pelo árbitro. Dagoberto cobrou a falta na barreira a bola sobrou para Casemiro. O volante tocou para Marlos na área, que finalizou no contrapé do goleiro do Noroeste.

O terceiro gol da equipe aconteceu aos 30min. Em rápido contra-ataque, Marlos avançou pela esquerda e inverteu para Dagoberto. O atacante chutou de primeira e acertou o ângulo de Yuri, marcando um golaço no Alfredo de Castilho. O Noroeste diminuiu a vantagem dois minutos depois. Aleílson faz boa tabela pelo lado direito, recebe na frente e fuzilou o goleiro Rogério Ceni.

Com um golaço aos 45min, Ilsinho fechou o marcador em Bauru. O jogador aproveitou bobeira da zaga do Noroeste e acertou o ângulo do goleiro do Noroeste.

FICHA TÉCNICA

Noroeste 1 x 4 São Paulo

Gols

Noroeste: Aleílson aos 32min

São Paulo: Rogério Ceni aos 35min do 1º tempo, Marlos aos 15min, Dagoberto aos 30min e Ilsinho aos 45min do 2º tempo

Noroeste

Yuri; Halisson, Da Silva (Hernani), Cris; Márcio Gabriel, França, Tiago Ulisses, Diego (Aleílson), Gustavo; Vandinho (Giovanni) e Otacílio Neto

Técnico: Lori Sandri

São Paulo

Rogério Ceni; Jean, Xandão, Rhodolfo, Junior Cesar; Rodrigo Souto, Casemiro (Ilsinho), Carlinhos Paraíba, Rivaldo (Willian José); Marlos e Dagoberto (Cleber Santana)

Técnico: Paulo César Carpegiani

Cartões amarelos

Noroeste: Márcio Gabriel, Otacílio Neto, Da Silva

São Paulo: Casemiro e Carlinhos Paraíba

Cartão vermelho

Noroeste: França

Árbitro

Rodrigo Guarizo do Amaral

Local

Estádio Alfredo Castilho, Bauru (SP)

Fonte: Terra, www.terra.com.br