São Paulo procura reforços, mas vê time competitivo

Principal objetivo continua sendo Fernandão, vinculado ao Goiás até o fim do ano

Um lateral-direito e um atacante ainda estão na mira do São Paulo para a temporada. Depois de contratar nove reforços, o clube do Morumbi vê nessas posições as únicas carências restantes, mas sabe que não será fácil resolvê-las.

Na lateral, prioridade do técnico Ricardo Gomes, Cicinho era a meta, mas a Roma (ITA) dificultou e o jogador também não chegou a um acordo salarial com o Tricolor. Para o ataque, Robinho do Manchester City (ING) não estava na pauta, mas a indicação do técnico Roberto Mancini fez com que o clube abrisse negociações. O principal objetivo continua sendo Fernandão, vinculado ao Goiás até o fim do ano.

- Eu quero sim (um lateral-direito e um atacante), estou procurando, mas não está fácil. Agora, acho o time bom, bastante competitivo com as chegadas do Alex Silva, Rodrigo Souto e Cléber Santana. Tem o Marcelinho, o Fernandinho, que daqui a pouco volta - enalteceu o presidente Juvenal Juvêncio.

O dirigente aproveitou para negar que tenha investido na contratação dos últimos três atletas anunciados: Alex Silva, Rodrigo Souto e Cléber Santana. Segundo ele, o São Paulo não tem dinheiro para aplicar na chegada de jogadores. Bem humorado, Juvenal assegurou que os negócios foram fechados no seu estilo preferido: de graça.

- O cofre não tem dinheiro, não abri não (risos). Eu trouxe esses jogadores sem colocar dinheiro.

Fonte: Terra, www.terra.com.br