São Paulo reage, mas leva gol e fica sem o título da Copa Suruga

São Paulo reage, mas leva gol e fica sem o título da Copa Suruga

Para piorar, o São Paulo vai voltar ao Brasil da mesma maneira que o deixou para sua excursão internacional

A maré de azar do São Paulo parece não ter fim. Nesta quarta-feira, a equipe esteve próxima de uma grande virada sobre o Kashima Antlers na Copa Suruga, mas com um gol improvável nos acréscimos viu tudo ir por água abaixo. Resultado: vitória por 3 a 2 dos japoneses e apenas o vice-campeonato do torneio.

Para piorar, o São Paulo vai voltar ao Brasil da mesma maneira que o deixou para sua excursão internacional: sem saber o que é vencer um jogo oficial, já que a único triunfo tricolor veio no último final de semana, com o 2 a 0 sobre o Benfica, no Troféu Eusébio, torneio amistoso português.

Assim, agora, já são 12 jogos oficias sem uma vitória são paulina. O último triunfo veio no dia 29 de maio, contra o Vasco, pelo Campeonato Brasileiro. De lá pra cá, foram três empates e nove derrotas, já contando o resultado conseguido no Japão, na competição que reúne o campeão da Sul-Americana e da Copa da Liga Japonesa.

Nesta quarta, desfalcado de nomes como Jadson e Osvaldo, que têm sido um dos únicos a viverem bons momentos em meio à crise, o São Paulo repetiu os erros dos últimos jogos mas, mesmo entre falhas defensivas e nervosismo na hora de definir as jogadas, quase conseguiu uma grande virada.

Ao final do primeiro tempo, tudo parecia perdido com o placar marcando 2 a 0 para os donos da casa, graças a dois gols do atacante Osako, aos 25 e 39 minutos de jogo. Na segunda etapa, porém, Paulo Henrique Ganso comandou o time para empatar, com um gol e uma bela assistência para Aloísio.

Também contribuíram para a reação tricolor as alterações de Paulo Autuori no intervalo. Para os 45 minutos finais de jogo, o treinador sacou Maicon e Ademilson e colocou Lucas Evangelista e Silvinho em campo. Em dez minutos, o novo atacante teve duas boas oportunidades e quase marcou.

Até a sorte parecia ter passado a caminhar com o São Paulo. Aquele que poderia ter sido o balde de água fria na reação, logo após o 2 a 1 de Ganso, inflamou o time no jogo. Aos 15 da segunda etapa, Rogério Ceni, adiantado, defendeu pênalti cobrado por Osako. A arbitragem mandou voltar, e o atacante isolou.


São Paulo reage, mas leva gol nos acréscimos e fica sem o título da Copa Suruga

São Paulo reage, mas leva gol nos acréscimos e fica sem o título da Copa Suruga

No entanto, quando tudo já indicava a decisão por pênalti no duelo, o filme de terror vivido pelo São Paulo voltou. Aos 47 minutos, o último de descontos, Shibasaki arriscou de fora da área, a bola desviou em Osako e enganou o goleiro Rogério Ceni, que, já caído, nada pode fazer para evitar o pior.

Com saldo negativo na excursão internacional - derrotas para Bayern, Milan e Kashima; e vitória apenas sobre o Benfica -, o São Paulo volta a viver a realidade da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. No próximo domingo, a equipe tenta fazer as pazes com a vitória contra a Portuguesa, no Canindé, às 18h30 (de Brasília).

FICHA TÉCNICA

KASHIMA ANTLERS 3 X 2 SÃO PAULO

Local: Kashima Soccer Stadium, em Kashima (Japão)

Data: 7 de agosto de 2013 (quarta-feira)

Horário: 7h (de Brasília)

Árbitro: Abdul Malik Bashir (CIN)

Assistentes: Goh Gek Pheng (CIN) e Lee Tzu Liang (CIN)

Cartões amarelos: Ogasawara e Iwamasa (Kashima Antlers)

Gols: KASHIMA ANTLERS: Osako, aos 24 e aos 38 minutos do primeiro tempo e aos 47 minutos do segundo tempo SÃO PAULO: Ganso, aos 12 minutos do segundo tempo, e Aloísio, aos 29 minutos do segundo tempo

KASHIMA ANTLERS: Sogahata; Aoki (Iwasama), Ogasawara, Maeno (Nakata) e Nishi; Endo (Nakamura), Shibasaki, Yamamura e Shoma Doi (Nozawa); Juninho (Umebachi) e Osako

Técnico: Toninho Cerezo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Lucas Silva (Roni), Edson Silva e Reinaldo; Wellington, Rodrigo Caio, Maicon (Lucas Evangelista) e Ganso; Ademilson (Silvinho) e Aloísio

Técnico: Paulo Autuori

Fonte: msn