Piauiense Sarah Menezes vence norte-coreana e fica com o bronze em Mundial de Judô, no Rio

Piauiense Sarah Menezes vence norte-coreana e fica com o bronze em Mundial de Judô, no Rio

Após ter ficado de fora da disputa pela medalha de ouro, Sarah Menezes se recuperou e conquistou o bronze na categoria até 48kg do Mundial de Judô

Sarah Menezes vence norte-coreana e fica com o bronze em Mundial de judô.

Após ter ficado de fora da disputa pela medalha de ouro, Sarah Menezes se recuperou e conquistou o bronze na categoria até 48kg do Mundial de judô do Rio de Janeiro ao vencer por ippon Sol Mi Kim, da Coreia da Norte. Este é o terceiro bronze da judoca nesta competição. Antes, ela havia chegado na mesma colocação em Tóquio (2010) e Paris (2011). A belga Charline Van Snick ficou com o outro bronze desta edição do torneio.

Sarah foi eliminada da disputa pelo primeiro lugar na semifinal pela mongol Urantsetseg Munkhbat por dois yukos. A rival não sentiu a pressão da torcida carioca e conseguiu bater a campeã olímpica. Antes do começo do Mundial, a piauiense era a favorita da categoria e a principal esperança brasileira para a conquista do inédito ouro feminino nesta competição após ter ganho o título olímpico em Londres, no ano passado.

Mesmo entrando na luta - e na competição - como favorita, Sarah teve dificuldades já na estreia contra Aigul Baikuleva, do Azerbaijão. A judoca consolidou a vitória apenas no último minuto de luta com um wazari providencial.

A rival nas oitavas seria a belga Amelie Rosseouneu, uma adversária bem mais forte que a primeira. A europeia começou o Mundial na 14ª colocação do ranking, mas foi derrotada com certa facilidade por Sarah, com um ippon. A turca Ebru Sahin teve o mesmo destino pouco depois, nas quartas de final.

Mesmo derrotada nas semifinais pela mongol Urantsetseg Munkhbat, a judoca piauiense teve o melhor desempenho entre os brasileiros no primeiro dia do Mundial. Na categoria até 60kg para homens, Felipe Kitadai não conseguiu repetir a performance dos jogos olímpicos de Londres, quando foi bronze, e foi derrotado logo na primeira luta pelo sul-coreano Jin Won Kim.

Já os naturalizados Taciana Lima (Guiné Bissau) e Sérgio Pessoa (Canadá) também ficaram longe da disputa por medalhas na competição. Ela foi eliminada pela belga Charline Van Snick nas quartas de final, enquanto ele caiu na terceira luta também para Jin Won Kim, assim como Kitadai.

Fonte: UOL