‘Schumacher está lutando maior batalha da vida’, diz diretor da FIA

O estado de Schumacher é muito crítico

Jean Todt, atual presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA),falou sobre o estado de saúde do heptacampeão Michael Schumacher. Ex-diretor da Ferrari nos tempos do alemão, o dirigente foi perguntado se sabia de informações sobre o ex-piloto, durante uma evento que celebrava a resistência da Sicília no que foi chamado de “La Targa Florio”, em Palermo, na Itália.

– Nós só podemos desejar o melhor para ele e sua família. Michael está lutando a maior batalha de sua vida. Mas aqui não é o lugar para falarmos disso. Mas Michael faz parte da história do automobilismo e é aquele que ganhou mais de GPs e títulos mundiais – disse Todt, em declarações reproduzidas pela agência italiana “Ansa”.

O site norte-americano de notícias “Newseveryday.com” afirmou que a vida de Michael Schumacher está por um fio. O portal afirma que o estado de saúde do heptacampeão mundial de Fórmula 1 piorou de forma drástica, e apenas um milagre salvaria a sua vida.

Um neurocirurgião que pediu para não ser identificado. O profissional garantiu que o estado de Schumacher é muito crítico. Em dezembro de 2013, o alemão sofreu um acidente enquanto esquiava nos Alpes Franceses. Após meses em coma e internado no hospital, o heptacampeão segue em tratamento sigiloso na sua casa, na Suíça. Não há informações se ele caminha, fala ou sequer se ainda está consciente.

Image title

Fonte: Com informações do Jornal Extra