Scooby explora ilha selvagem e batiza direita perfeita no Atlântico

Ele aceitou o desafio de desbravar o pico remoto.

A um terço do caminho até a África, no extremo oriente do Brasil, onde o sol nasce e se põe pela primeira vez no país, está um território selvagem no sul do Oceano Atlântico. Montanhas íngremes e rochosas sobre o mar, tartarugas marinhas, natureza virgem com piscinas naturais e belas praias de água azul turquesa transparente são alguns dos encantos da Ilha de Trindade, local escolhido para uma expedição de Pedro Scooby.

A convite da Marinha do Brasil, o big rider carioca aceitou o desafio de desbravar o pico remoto a fim de encontrar ondas perfeitas e desconhecidas. Sem um aeroporto ou autonomia para helicópteros, a única opção de transporte é o barco. O surfista saiu do Rio de Janeiro e fez uma viagem de três dias até a pequena ilha, composta por 12 praias, a maioria, com fundo de pedras e corais. O lugar já abrigou um presídio político e pertenceu à Inglaterra, mas hoje é apenas um retrato do paraíso, escondido no meio do oceano. 


- A ilha é linda, lembra um pouco Noronha, mas é um pouco mais rochosa. Incrível. Venta bastante por ser no meio do oceano, mas é um lugar cheio de possibilidades de ondas perfeitas. Rolou um planejamento antes, olhamos no mapa as possibilidades de onda e fomos. A única forma de ir são três dias de navio. Fomos junto com a Marinha em um navio patrulha. As pessoas foram super atenciosas, e eu pude perceber como é importante o trabalho deles. E eu acabei descobrindo uma onda que eu quero explorar muito mais.  Estou fazendo um documentário sobre a ilha que vai estar no meu programa, "Pedro vai para o mar", do canal Off - contou o surfista, casado com a atriz Luana Piovani, grávida de oito meses de gêmeos.

O arquipélago de Trindade e Martins Vaz faz parte do município do Espírito Santo e fica a 1.167 km a oeste de Vitória e 2.400 da África. As duas ilhas principais são separadas por 48 km e somam uma área de 10,4 km quadrados. Um enorme paredão no meio do Atlântico, como costumam dizer os navegadores que tiveram o privilégio de conhecer a região. A ilha de Trindade é a única habitada, embora ainda seja bastante selvagem. É lá onde fica o Posto Oceanográfico da Ilha de Trindade (POIT), uma base militar mantida pela Marinha do Brasil. O lugar mais próximo a receber uma civilização é o arquipélago de Abrolhos, na Bahia, a 1.025 km de distância, o que faz de Trindade o lugar mais remoto com presença humana. Martins Vaz é o ponto mais distante a leste do território brasileiro, sendo um dos primeiros lugares a receber o nascer e o pôr do sol, assim como no arquipélago de São Pedro e São Paulo.

Scooby viajou com oficiais da Marinha e alguns membros da equipe de seu programa de televisão, como o diretor Gustavo Camarão. O big rider e freesurfer Eric de Souza também fez parte da expedição de três dias. O primeiro serviu para desbravar todos os cantos da ilha, com intensas caminhadas, subindo e descendo montanhas. No dia seguinte, após mais um passeio pela região, eles finalmente encontraram o que tanto buscavam. Uma direita perfeita e tubular, que quebra sobre um fundo de pedras e corais. Eles rodaram tanto que batizaram a descoberta de "O Achado". 


- A gente caminhou horrores no primeiro dia. Nem pegamos onda porque queríamos ver todas as opções que imaginamos. No segundo dia de manhã, também demos uma volta para ver as possibilidades de onda com menos vento e achamos essa onda, com fundo de coral e pedras e água cristalina azul turquesa. Lembra um pouco a água do Taiti e de Fiji. Uma direita muito clássica. A onda é tubo e manobra. Tava eu e o Eric de Souza, um parceiro meu. Eu o considero um dos surfistas mais talentosos do Brasil, já ganhou etapa do Mundial e é muito talentoso. Pegamos altas ondas. Achamos esse pico de ondas perfeitas, e eu pretendo voltar lá para explorar mais a ilha. Foi incrível. A onda era tão perfeita que resolvemos ficar naquele lugar durante os outros dois dias que ainda tínhamos de surfe - contou o surfista.

A pequena porção de terra perdida na imensidão azul abriga pouquíssimas pessoas. Há apenas três construções em Trindade: um alojamento para os soldados que cuidam da ilha, uma casa dos pesquisadores e outra, onde Scooby se hospedou com a sua equipe. 


- É tudo muito pequeno e muito confortável. Tudo muito simples e muito confortável. Comida boa, lugar muito gostoso. Em um lugar assim, o luxo é o lugar - disse o surfista, encantado - A viagem foi animal. Descobrimos um monte de ondas, a ilha tem o maior potencial. Vou voltar logo mais.






Image titleImage titleImage titleImage title

Fonte: Com informações do Globo esporte