Sebastian Vettel da RBR vence o GP de Valência

Sebastian Vettel da RBR vence o GP de Valência

Alemão sofre pressão apenas na largada e assume terceira posição no campeonato

O circuito de rua de Valência foi palco de mais uma corrida monótona, ao menos nas primeiras posições. Pole position, Sebastian Vettel só foi ameaçado na primeira curva do GP da Europa, quando chegou a tocar rodas com Lewis Hamilton. Depois, o alemão da RBR abriu uma boa vantagem na liderança, não foi mais ameaçado pelos rivais e chegou à sua segunda vitória na temporada. O inglês da McLaren ficou em segundo e Jenson Button, seu companheiro, completou o pódio, na terceira posição.

Com o resultado, Hamilton manteve a ponta do campeonato com 127 pontos, seis à frente de Button. Vettel subiu para terceiro, com 115, superando o companheiro Webber, que tem 103. A próxima corrida o GP da Inglaterra, que será disputado no dia 11 de julho no renovado circuito de Silverstone.

Rubens Barrichello, da Williams, conseguiu um excelente resultado com a quarta posição. O brasileiro largou bem, ganhou algumas posições e depois lucrou com o safety car ocasionado pelo impressionante acidente de Mark Webber, na décima volta. O australiano da RBR acertou a traseira do carro de Heikki Kovalainen, da Lotus, decolou e acertou a barreira de pneus com muita força. Por sorte, ambos escaparam ilesos do acidente.

A entrada do safety car foi decisiva para a corrida. Kamui Kobayashi, da Sauber, acabou sendo beneficiado, passou quase toda a prova em terceiro e, no momento de seu pit stop obrigatório, a quatro voltas do fim, acabou se mantendo na zona de pontuação, em sétimo, ao superar Fernando Alonso na penúltima volta e Sebastien Buemi na última. O espanhol da Ferrari chegou em nono, cinco posições à frente do companheiro Felipe Massa. Ambos saíram perdendo com o acidente no início da corrida. O suíço da STR foi o oitavo.

Só que o resultado ainda pode ser alterado. A direção de prova anunciou que oito carros seriam investigados após a prova: Button (terceiro), Barrichello (quarto), Hulkenberg (abandonou), De la Rosa (décimo), Petrov (fora dos pontos), Sutil (oitavo), Liuzzi (fora dos pontos) e Glock (fora dos pontos). Eles teriam infringido uma das regras do safety car. Em caso de punições, a zona de pontuação poderá ter várias alterações.

Os estreantes brasileiros ficaram mais uma vez nas últimas posições. Lucas di Grassi, da VRT, fez uma ótima corrida e chegou em 17º, à frente de quatro adversários. Bruno Senna, da Hispania, foi o penúltimo colocado, duas voltas atrás do primeiro colocado em Valência.

Fonte: Globo Esporte