Seleção atropela Uruguai e vai às Olimpíadas

O Brasil ainda foi para o vestiário com vantagem no número de jogadores, já que Luna foi expulso.

Com participação decisiva de Lucas, o Brasil derrotou o Uruguai por 6 a 0 na madrugada deste domingo, no Estádio Monumental de Unsa, em Arequipa e conquistou pela 11ª vez o título do Sul-Americano Sub 20, além de confirmar a vaga para a Olimpíada de Londres. O meio-campista são-paulino desequilibrou a partida com três golaços.

O Brasil ainda foi para o vestiário com vantagem no número de jogadores, já que Luna foi expulso. No segundo tempo, Saimon também recebeu o vermelho ao cometer pênalti no primeiro minuto, mas Vecino chutou por cima. Na sequência, Danilo fez um golaço e encerrou a esperança uruguaia. Ainda faltava o dele: Neymar encerrou a festa verde e amarela com dois gols.

O resultado levou o Brasil aos 12 pontos, dois a mais do que o Uruguai, e encerrou uma campanha quase perfeita. Em quase um mês de competição, foram sete vitórias, um empate contra a Bolívia e apenas uma derrota para a Argentina, país que ainda tinha esperança de ficar com uma vaga olímpica caso o Brasil fosse goleado por cinco gols. No entanto, o Uruguai será o outro participante do continente em Londres.

Em uma campanha que começou centralizada em Neymar e encerrou com destaque para um time forte, o Brasil apostou no futebol ofensivo e não decepcionou. Terminou com o melhor ataque da competição (24 gols) e embalado para o Mundial da categoria, marcado para julho na Colômbia.

Fora isso, o técnico Ney Franco deixará para Mano Menezes, o técnico para Londres, um trabalho que pode render jogadores para a Seleção Olímpica. Neymar, Lucas, Casemiro, Alex Sandro são alguns dos nomes em condições de irem para Londres.

O Brasil ainda firmou sua hegemonia no torneio. Atual tricampeão, o País ganhou 11 vezes o Sul-Americano da categoria. As outras conquistas ocorreram em 1974, 1983, 1985, 1988, 1991, 1992, 1995, 2001, 2007 e 2009.

O jogo

O Brasil começou a partida com o domínio do jogo, mas com dificuldades de furar a zaga uruguaia. Mesmo assim, Casemiro perdeu oportunidade aos 8min. Lucas aproveitou falha de Diego Polenta e tocou para o volante, que ajeitou dentro da área e bate para fora.

O panorama da partida não mudou e o Uruguai ameaçava pouco o gol de Gabriel. Pelo lado brasileiro, Neymar estava ativo, mas quem desequilibrava era Lucas. Aos 29min, o são-paulino conseguiu boa jogada pela meia direita, foi até a linha de fundo cruzou para e Willian José, que de voleio bateu para fora.

E o primeiro gol da partida saiu dos pés de Lucas. Aos 40min, o meio-campista recebeu cruzamento de Alex Sandro, ajeitou na entrada da área e chutou forte, cruzado, sem chances para Ichazo.

No minuto seguinte, Lucas praticamente matou a partida. Ele dominou na intermediária arrancou desde o meio campo, invadiu a área pela direita, bateu cruzado e amplia com um golaço.

A situação uruguaia se complicou ainda mais aos 43min. Adrián Luna deu um carrinho em Oscar e recebeu o cartão vermelho. O Brasil foi ao vestiário com dois gols de vantagem, um jogador a mais, a vaga olímpica garantida e o título muito perto.

Etapa complementar

O segundo tempo começou com um susto, sugerindo que o Uruguai poderia reagir no placar. Mas ficou só na impressão. Com 1min, Saimon derrubou Cepelini na área, cometeu pênalti e foi expulso. Vecino foi para a cobrança e mandou por cima do travessão.

Sem querer dar chances aos uruguaios, o Brasil tratou de assegurar a histórica vitória. Aos 5min, Danilo arrancou pela direita, passou pela marcação e tocou cruzado, no canto do goleiro Ichazo, para selar um golaço.

Neymar fez seu primeiro gol aos 11min. Após grande jogada de Lucas, o garoto recebeu na entrada da área e acertou o gol adversário com estilo. Cinco minutos depois, o santista fez o quinto tento da partida, aproveitando rebote de finalização de Willian José.

Com os dois gols, Neymar chegou a nove gols no torneio, garantindo-se como maior artilheiro da Seleção em uma edição de Sul-Americano Sub-20. O dono anterior da marca era Adaílton, que se destacou no torneio de 1997.

O resultado era extremamente favorável, então o Brasil passou a se divertir em campo. Neymar arriscou "chapéus", toques de efeito e passes atrevidos. O sexto gol só não saiu pelas intervenções de Ichazo, como em chute de Willian José aos 24min.

E Lucas queria mais. Aos 31min, o garoto driblou três marcadores, invadiu a área e só não fez um gol de placa porque o goleiro interviu. Quatro minutos depois, Ichazo não foi capaz de impedir o terceiro tento do meia. Em novo drible, Lucas chutou forte e marcou um golaço.

Ney Franco aproveitou para homenagear seus três principais jogadores no Sul-Americano. Casemiro, Neymar e Lucas deixaram o campo aplaudidos, para iniciar a festa brasileira em Arequipa. A Seleção venceu mais uma vez o torneio.

Uruguai 0 x 6 Brasil

Gols

Brasil: Lucas, aos 40min e aos 41min do primeiro tempo; Danilo, aos 5min, Neymar, aos 11min e aos 16min, e Lucas aos 35min do segundo tempo

Uruguai: Salvador Ichazo; Maximiliano Olivera, Federico Platero, Leandro Cabrera e Diego Polenta; Camilo Mayada, Nicolás Prieto (Ramón Arias), Ángel Cayetano (Ricardo Pereira) e Matías Vecino; Adrián Luna e Federico Rodriguez (Pablo Capelini). Técnico: Juan Verzeri

Brasil: Gabriel; Danilo, Saimon, Juan e Alex Sandro; Casemiro (Galhardo) e Fernando; Oscar, Lucas e Neymar (Diego Maurício); Willian José. Técnico: Ney Franco

Cartões amarelos

Uruguai: Platero, Cayetano e Polenta

Brasil: Casemiro, Saimon e Lucas

Cartões vermelhos

Uruguai: Luna

Brasil: Saimon

Árbitro e assistentes

Victor Carrillo (PER); César Escano (PER) e Jorge Urrego (VEN)

Local

Estádio Monumental de Unsa, em Arequipa (Peru)









Fonte: Terra, www.terra.com.br