Seleção Brasileira enfrenta Portugal e tenta evitar vexame histórico em Brasília

Em 2008, a equipe atuou por três vezes em território nacional sem vitória

Quando entrar em campo nesta quarta-feira, ?s 22h (de Bras?lia), para enfrentar Portugal em amistoso que marca a reinaugura??o do Est?dio Bezerr?o, na cidade-sat?lite de Gama (DF), a Sele??o Brasileira comandada por Dunga tentar? evitar a repeti??o de uma marca negativa de 90 anos atr?s.

Em 2008, a equipe atuou por tr?s vezes em territ?rio nacional e em nenhuma delas marcou um gol. Os empates contra Argentina, em Belo Horizonte, e Col?mbia e Bol?via no Rio de Janeiro colocaram em xeque o trabalho feito pelo treinador.

A ?ltima vez em que a Sele??o n?o balan?ou as redes do advers?rio em uma temporada foi em 1918, considerando apenas os anos em que o Brasil atuou como mandante. Na ocasi?o, no ?nico jogo do ano, derrota para o Dublin, do Uruguai, por 1 a 0, no campo do Botafogo, pela Copa Fraternidade. A equipe tinha craques como Friedenreich e Neco.

O time atual tamb?m tem estrelas. Kak?, Robinho, Adriano e Lu?s Fabiano ser?o alguns dos encarregados de quebrar esse jejum. Para abafar o time portugu?s, que atuar? completo com Cristiano Ronaldo, Deco, entre outros, Dunga armou uma forma??o ofensiva no treino desta ter?a-feira, realizado no pr?prio Bezerr?o.

Do meio para frente, a Sele??o deve entrar em campo com Gilberto Silva, Elano, Anderson, Kak?, Robinho e Lu?s Fabiano. Completaram o time o goleiro J?lio C?sar, os laterais Maicon e Kl?ber, al?m dos zagueiros Luis?o e Thiago Silva, que substituir? o lesionado e cortado L?cio.

O objetivo ? vencer bem um advers?rio de peso para fechar o ano fazendo as pazes com a torcida. "Tem que dar Brasil. Chegou a hora de mostrarmos um bom futebol para o torcedor voltar a acreditar na Sele??o Brasileira", afirma o goleiro J?lio C?sar.

O santista Kl?ber, que ter? mais uma chance como titular, concorda com o camisa 1. "N?o estamos tranq?ilos, ficamos impacientes porque sabemos que estamos devendo. Podemos melhorar e acabar com esse tabu", explica.

No Distrito Federal, a Sele??o ter? um aliado. A torcida local j? mostrou que vai apoiar a equipe de Dunga no amistoso, diferentemente do que aconteceu nos ?ltimos jogos no Rio de Janeiro, quando o comandante e jogadores foram vaiados ap?s os trope?os.

"Eu acredito na Sele??o. O Kak? vai acabar com o jogo e poderemos comemorar uma goleada", aposta o garoto R?bson Oliveira, 15 anos. Ele ir? ao est?dio acompanhado do pai, que v? a partida de maneira diferente. "Do jeito que as coisas andam, Portugal vencer? f?cil os brasileiros", diz Elias Oliveira, 42 anos.

Fonte: Terra, www.terra.com.br