Com gols de Oscar e Dedé, seleção brasileira vence a Zâmbia, durante jogo em Pequim,na China

Com gols de Oscar e Dedé, seleção brasileira vence a Zâmbia, durante jogo em Pequim,na China

Com gols de Oscar e Dedé, o Brasil vence a Zâmbia, em Pequim. Agora, o time de Luiz Felipe Scolari só volta a campo em novembro

Luiz Felipe Scolari queria utilizar o amistoso contra a Zâmbia em Pequim nesta terça-feira para fazer algumas experiências na Seleção Brasileira e começou a partida com um time mesclado, mas os testes falharam depois de um empate insosso e sem gols no primeiro tempo. O Brasil só justificou o favoritismo no segundo tempo, com as entradas de titulares como Oscar e Hulk, para confirmar a vitória por 2 a 0 sobre a equipe africana - que não disputará a Copa do Mundo de 2014.

Os gols do Brasil no amistoso disputado na capital chinesa, no Estádio Ninho de Pássaro, foram marcados por Oscar, aos 14min, e Dedé, aos 21min, em duas jogadas construídas a partir de cobranças de bola parada. A vantagem da Seleção poderia ter sido ainda maior, mas Hulk acertou o travessão aos 15min e Oscar finalizou mal aos 37min.

Para o duelo contra a Zâmbia, Felipão colocou em campo um Brasil formado por Diego Cavalieri; Daniel Alves, David Luiz, Dedé e Maxwell; Lucas Leiva, Paulinho e Ramires; Lucas, Neymar e Alexandre Pato. O primeiro tempo, porém, explicitou algumas deficiências no time com três volantes e sem um armador de ofício: Neymar ficou sobrecarregado e as bolas pouco chegavam à área africana.

No intervalo, Felipão cancelou alguns desses testes. A Seleção voltou a campo com Oscar, Hulk e Jô nas vagas de Ramires, Lucas e Pato, respectivamente. A pressão verde-amarela sobre os africanos ficou muito mais intensa, e Zâmbia - que chegou até a arriscar alguns chutes contra o gol de Cavalieri no primeiro tempo -, pouco incomodou a zaga pentacampeã mundial.

O placar foi inaugurado aos 14min, após cobrança de escanteio. O Brasil evitou jogar a bola na área e construiu uma jogada a partir do lado esquerdo do campo até a bola cair no pé de Oscar. O camisa 11 gingou para cima da marcação, arriscou de longe e contou com um desvio na marcação para encobrir o goleiro Mweene.

Mais leve em campo, o Brasil quase ampliou na jogada seguinte - a Seleção roubou a posse de bola e avançou até Hulk acertar o travessão africano. A vantagem, contudo, foi ampliada aos 21min. Neymar cobrou falta da esqureda e Dedé se sobressaiu pelo alto para desviar de cabeça.

Com uma folga no placar, Felipão - que já havia feito sua troca de segurança de Paulinho por Hernanes aos 18min - teve mais tranquilidade para testar outros jogadores na Seleção. O zagueiro Henrique substituiu David Luiz e Bernard entrou na vaga de Neymar. A pressão verde-amarela continuou, mas o ataque não conseguiu anotar o terceiro gol.

O Brasil ainda tem mais dois amistosos em 2013: o primeiro será em 15 de novembro, nos Estados Unidos, e o segundo está programado para o dia 19, no Canadá. Os adversários ainda não foram definidos pela CBF.



Fonte: Terra