Seleção Brasileira faz último treino antes de enfrentar a Bolívia no Engenhão

A Bolívia pode ser vista como o adversário perfeito para a seleção ter uma grande atuação

A amea?a de crise parece ter ficado no passado. Bastou uma boa atua??o, uma vit?ria convincente sobre o Chile, no ?ltimo domingo, para a euforia voltar. Um triunfo nesta quarta-feira, ?s 21h50m (de Bras?lia), sobre a Bol?via, no est?dio Jo?o Havelange, no Rio de Janeiro, vai confirmar a nova fase de paz da "Era Dunga".

A Bol?via pode ser vista como o advers?rio perfeito para a sele??o ter uma grande atua??o. O rival est? na lanterna das eliminat?rias com apenas quatro pontos. E tem a pior defesa da competi??o. Em sete jogos sofreu 20 gols. Para aumentar o otimismo, em apenas um dos 24 jogos que fez contra a Bol?via, o Brasil n?o fez gols. Aconteceu na derrota por 2 a 0 no dia 25/7/1993. Foi, inclusive, a primeira derrota brasileira na hist?ria das eliminat?rias. Al?m disso, a m?dia de gols do confronto ? alta: 4,54 por partida.

Mas os jogadores tentam evitar o clima de oba-oba e o efeito "Chile", que antes da partida contra a sele??o criou um clima de amplo favoritismo, o que acabou irritando e dando uma motiva??o extra aos brasileiros.

- A Bol?via merece todo o nosso respeito. N?o podemos ficar olhando para a tabela. ? um jogo dif?cil, mas se jogarmos como fizemos contra o Chile podemos torn?-lo f?cil - disse o atacante Luis Fabiano, que tem quatro gols nas eliminat?rias e briga pela artilharia com o argentino Riquelme e os uruguaios Forl?n e Abreu.

A palavra mais usada pelos brasileiros nas entrevistas ? respeito. Os jogadores evitam o clima de "j? ganhou"

- O time est? mais leve e confiante. Mas a responsabilidade continua a mesma. N?o podemos deixar de respeitar a Bol?via - disse Robinho.

O t?cnico Dunga vai repetir a escala??o com tr?s atacantes: Luis Fabiano, Ronaldinho Ga?cho e Robinho. O zagueiro Juan, com um problema muscular, est? fora da partida. Luis?o segue na zaga ao lado de L?cio. J? no meio-campo, Lucas entra na vaga de Gilberto Silva, suspenso. E na lateral esquerda o rubro-negro Juan ganha uma chance com a expuls?o de Kl?ber contra o Chile.

A sele??o boliviana vem de uma derrota para o Equador, 3 a 1, em Quito. O destaque do pa?s ? o ex-cruzeirense Marcelo Moreno. O atacante foi um dos principais artilheiros da ?ltima edi??o da Ta?a Libertadores com oito gols.

- Estar na sele??o ? o importante. A nossa inten??o ? conseguir a classifica??o para a Copa do Mundo. Sei que ? muito dif?cil, j? que somos os ?ltimos colocados. Mas vamos nos esfor?ar - disse Marcelo Moreno.

O t?cnico Erwin S?nchez n?o vai ficar ? beira do campo durante a partida. O comandante est? suspenso e ser? substitu?do pelo supervisor Carlos Aragon?s.

A procura por ingressos decepcionou a CBF. Ainda h? bilhetes dispon?veis para a partida.

Fonte: GloboEspote, www.globoesporte.com