Sem concorrência do Flamengo por Robinho, Santos prefere Montilo

Sem concorrência do Flamengo por Robinho, Santos prefere Montilo

Uma pessoa ligada à diretoria afirmou que Santos e Cruzeiro estão perto de um entendimento para que o argentino desembarque na Vila Belmiro em 2013

A desistência do Flamengo em contratar Robinho do Milan não fará com que o Santos solte rojões e entre de cabeça no projeto de repatriação do atacante. Os valores elevados da negociação, somados à pressão interna da cartolagem santista, levam a cúpula do clube a fazer uma nova investida no argentino Montillo, do Cruzeiro.

Uma pessoa ligada à diretoria afirmou que Santos e Cruzeiro estão perto de um entendimento para que o argentino desembarque na Vila Belmiro em 2013. O meia passa férias nos Estados Unidos e frequentemente procura saber com seu empresário como estão as negociações com o time paulista. Montillo é amigo pessoal de Neymar, com quem fala frequentemente e não esconde o desejo de atuar ao lado na próxima temporada.

"Posso dizer que hoje ele está muito perto de um acordo. Faltam alguns detalhes, mas creio que iremos resolver", afirmou esta pessoa.

Apuramos que, no contexto atual das conversas por Robinho, a prioridade santista passará a ser de fato o acerto com Montillo. Apesar de também ser um jogador caro, o argentino tem um custo que passa longe dos anseios de Robinho - o ídolo praiano pede salários de R$ 1,1 milhão, livre de impostos. Além disso, o Santos teria que pagar ao Milan R$ 27 milhões pela liberação do jogador.

Diante disso, Montillo é visto como uma solução mais barata pelo clube, já que seu salário giraria entre R$ 500 e R$ 600 mil e a diretoria não teria que bater de frente com o Comitê de Gestão, que já avisou que é contra investir altos valores em Robinho, que já tem 30 anos e provavelmente não tratá lucro no futuro.

Dirigentes santistas também acreditam que o meia argentino é uma "peça necessária" no esquema de Muricy Ramalho, que não possui um jogador de armação das jogadas desde a saída de Paulo Henrique Ganso para o São Paulo.

Por Robinho, o Santos chegou a oferecer ao Milan 7,5 milhões de euros (aproximadamente R$ 20,7 mi), mas não convenceu a diretoria do time europeu a liberar o atacante, que pediu a Adriano Galliani, vice-presidente do clube, para ser negociado e voltar ao Brasil. Com Montillo, paralelamente, as conversas caminham bem e o empresário do argentino declarou que "o acordo não está longe de ser fechado".

Sem disputar a Libertadores na próxima temporada, o Santos tem "apelado" para o fator Neymar para conseguir sucesso em algumas de suas negociações. Como o UOL Esporte mostrou nesta terça-feira, o craque santista é amigo pessoal de Robinho e Montillo e foi acionado para ajudar nas conversas.

Fonte: UOL