Sem renovar, Neilton ressurge após 6 jogos, não finaliza gol e é suspenso

A revelação santista não finalizou nenhuma vez ao gol de Vanderlei, só acertou um drible e ainda cometeu duas faltas em campo.

O atacante Neilton, que segue com sua renovação contratual emperrada na Vila Belmiro, voltou a defender o Santos após seis jogos na derrota para o Coritiba por 1 a 0, na última quarta-feira, no Couto Pereira. O atleta entrou em campo aos onze minutos do segundo tempo, mas teve uma atuação decepcionante. Segundo estatísticas do Datafolha, a revelação santista não finalizou nenhuma vez ao gol de Vanderlei, só acertou um drible e ainda cometeu duas faltas em campo.


Sem renovar, Neilton ressurge após 6 jogos, não finaliza gol e ainda é suspenso

Se não bastasse, uma das faltas rendeu a Neilton o terceiro cartão amarelo na competição e, por isso, ele terá que cumprir suspensão automática no duelo contra a Ponte Preta neste sábado, às 21h (de Brasília), no estádio do Pacaembu, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Além de Neilton, o atacante Everton Costa, que saiu para a entrada da revelação santista na segunda etapa, também não finalizou a gol. Thiago Ribeiro e Giva foram os atacantes do Santos que mais finalizaram no jogo ? duas vezes cada.

Willian José, que chutou uma vez ao gol de Vanderlei, culpou a falta de um meia de criação para justificar o desempenho discreto do atacante santista. "É ruim, pois não temos meia de ligação que toca a bola para a gente chegar e finalizar, e faze fazermos o gol", reclamou.

Neilton, por sua vez, sentiu a falta de ritmo de jogo, pois não entrava em campo desde o dia 15 de setembro, quando substituiu o meia Renato Abreu durante a derrota do Santos para o Botafogo por 2 a 1, na Vila Belmiro.

O atleta perdeu espaço no elenco santista em meio ao imbróglio que envolve sua renovação contratual. Neilton recusou a proposta salarial para estender seu vínculo com o clube, que termina em maio do próximo ano. O valor financeiro, inclusive, é o único entrave para o acordo.

A diretoria santista ofereceu um salário-padrão que tem estabelecido para os atletas promovidos das categorias de base nesta temporada - R$ 30 mil mensais por um acordo de cinco anos. Em caso de titularidade e evolução, Neilton ainda receberia um reajuste a ser combinado no próximo ano. Recentemente o clube anunciou as renovações de outras promessas nos mesmos moldes ? casos de Jubal, Alison, Leandrinho, Léo Cittadini e Pedro Castro.

Fonte: UOL