Sem vencer a um ano, Woods perde outro patrocinador

Carreira do tenista americano entrou em declínio após escândalo conjugal em 2008

A multinacional Gillette, uma das patrocinadoras de Tiger Woods, confirmou que não renovará seu contrato com o golfista. Logo após um escândalo conjugal no final de 2008, o norte-americano perdeu três patrocinadores em menos de cinco meses, período em que ficou afastado das competições.

Mesmo com o triunfo de arrecadar um US$1 bilhão em ações publicitárias, a empresa optou por não renovar o contrato, fechado em fevereiro de 2007, com encerramento marcado somente três anos depois, no dia 31 de dezembro deste ano.



O norte-americano voltou a competir em 2010 após se recuperar de uma cirurgia no joelho. Sem o mesmo desempenho nas últimas temporadas, Woods encerrou o ano sem conquistar nenhum título.

Além do golfista, outros atletas perderam o patrocínio da empresa, como os jogadores Kaká, Rafael Márquez e Thierry Henry. Já o suíço Roger Federer, um dos melhores tenistas do mundo e companheiro de Woods em alguns comerciais da marca, teve seu contrato renovado, assim com o jogador de hóquei Alexander Ovechkin e o jogador de beisebol Derek Jeter.

Fonte: R7, www.r7.com