Silas Freire irá trazer investimentos para futebol amador do Piauí

Silas Freire vai solicitar o envolvimento da APPM.

Com o intuito de promover e estimular a prática do futebol no país, o Ministério do Esporte lançou nesta quinta-feira (25.02), em Brasília, o programa Futebol Para Todos. O principal objetivo da ação é destinar recursos para estruturação e organização de campeonatos de futebol não-profissionais, com a presença de times masculinos e femininos. O deputado federal Silas Freire participou do lançamento e assegurou junto com o Ministro dos Esportes, George Hilton, a inclusão de cidades piauienses no programa do Governo Federal.

Image title


“Faremos o intermédio entre as cidades piauienses e o Ministério dos Esportes. O ministro garantiu que enviará uma equipe do ministério a Teresina e irá treinar nossos secretários e coordenadores de esporte para que nossas cidades estejam aptas a receberem esses recursos”, informa Silas. Os recursos variam de 100 a 150 mil reais serão investidos com o objetivo de fomentar o futebol em suas diversas categorias, desde o sub 11 até o veteraníssimo, incentivando o esporte recreativo e de lazer.

Podem participar do Futebol Para Todos municípios com população superior a 20 mil habitantes, em especial as cidades em situação de vulnerabilidade socioeconômica, um dos critérios de pontuação e classificação.

A região Nordeste teve dezesseis cidades comtempladas pelo programa no ano passado, mas nenhuma foi piauiense. O Piauí entrará agora através do intermédio do deputado federal Silas Freire que vai fazer o elo entre o Ministério dos Esportes e os municípios para que estes possam adquirir esses recursos “O Ministro George Hilton irá definir a data, mas tudo indica, que esse encontro já acontecerá no mês de março”, comemora o parlamentar piauiense.

Para esse encontro, Silas Freire vai solicitar o envolvimento da APPM, para que a associação ajude na mobilização dos coordenadores e secretários de esportes dos municípios piauienses e assim verificar quais das cidades se enquadram nas exigências do Ministério dos Esportes.

De acordo com o Secretário Nacional de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor, Rogério Hamam, o programa certamente irá contribuir com o desenvolvimento educacional e esportivo do Piauí. “Deputado Silas nos sensibilizou e por isso, o interesse é todo nosso de enviar essa equipe do Ministério a Teresina para informar todos os procedimentos aos responsáveis pelo esporte em suas cidades”, comenta Hamam.

Ainda de acordo com Hamam, os critérios das chamadas públicas, a proposta de campeonato deverá ter, no mínimo, 32 equipes, ficando a cargo de cada proponente a escolha da categoria e disposição das equipes nas competições masculinas e femininas, sendo que o valor para cada proposta pode variar entre R$ 100 mil e R$ 150 mil. Será obrigatória a presença de, pelo menos, oito equipes femininas. Os projetos apresentados deverão ter vigência de seis meses, abrangendo o período de estruturação até o cumprimento do objeto conveniado, podendo ser renovado por mais seis meses.

“Agora, manteremos contato com o ministro George Hilton, iremos acertar a data e então marcar o encontro. A satisfação é toda nossa em poder fazer esse elo entre Ministério e cidades piauienses, que certamente será também o elo entre esporte e desenvolvimento do nosso Estado”, finaliza Silas Freire.


Fonte: Com informações da Assessoria