Sócrates e Casagrande se reaproximaram após problemas com álcool e drogas; veja!

Sócrates e Casagrande se reaproximaram após problemas com álcool e drogas; veja!

Sócrates mais uma vez falou sobre o drama que viveu recentemente por conta de uma cirrose


Sócrates e Casão dizem que se reaproximaram após problemas com álcool e drogas 2

Convidado do Arena Sportv nesta segunda-feira, Sócrates mais uma vez falou sobre o drama que viveu recentemente por conta de uma cirrose, em um quadro que também apresentou hemorragia digestiva. Ao seu lado estava o comentarista Casagrande, ex-companheiro de Corinthians e que enfrentou problemas com drogas.

O Doutor disse frases fortes sobre a sua recuperação, como ?hoje cada batida de coração é uma vitória? e ?está tudo sob controle?.

Já Casão destacou toda a sua admiração por Sócrates, desde os tempos em que iniciou a sua carreira no Parque São Jorge. Em um discurso emocionado, se esforçando para não chorar, disse que a luta de ambos contra as drogas e o álcool fortaleceu a amizade.

?O problema que ele teve agora forçou uma reaproximação. Não que a gente não estivesse próximo porque brigamos, nunca discuti com o cara. Mas foi uma aproximação, daquele jeito escolhido para ser. Hoje ele está de pé, do lado aqui, batendo um papo, foi muito importante.?

?Acho que a correlação que existe nos dois processos tem a sua devida importância. Os problemas que nós tivemos foram fruto de comportamentos que nós dois seguimos em determinado momento da nossa vida e mantivemos durante um período bastante longo, e são absolutamente questionáveis?, comentou Sócrates.

?O consumo de álcool nunca me deu nada de positivo. Foi para ficar mais leve, mais inteligente, mais forte? Não, pelo contrário. Você apenas se aproxima dele eventualmente por uma carência. A participação [do álcool] na adolescência é muito clara. O que se vende midiaticamente é isso, a fragilidade de informação do indivíduo que se aproxima de algo que não é dele. Tem que reconhecer que essa determinada opção é a pior?, completou o ex-capitão da seleção.

Casagrande contou ainda como recebeu a notícia de que o amigo havia sido internado no hospital em estado grave, em agosto.

?Fiquei isolado por oito meses, internado, completamente introspectivo, para tratar de coisas internas minhas, não podia esperar nada do externo. Eu tinha que me mover, eu tinha que mudar, olhar pra dentro e dizer que estava errado, modificar o funcionamento dessa máquina aqui. Quando eu saí continuei introspectivo, ainda estou em tratamento, ainda estou resolvendo coisas internas minhas, mas quando minha psicóloga me ligou e falou: ?você viu o que aconteceu com o Sócrates??. Eu falei que não, ela falou: ?olha, ele foi internado, o estado é grave, no Einstein?. Naquela hora ali que ela me falou, eu não levei em consideração o relacionamento que eu tinha com ele, a amizade que eu tenho com ele, nós termos jogado juntos. Veio na minha cabeça assim: um ser humano que eu conheço, em dificuldade como a minha e o tanto que eu necessitei de pessoas do meu lado ali no meu momento difícil. Eu achei que pra mim ali, tudo em volta parou, meu relógio parou, meu mundo parou, eu tinha ele na cabeça.?

Fonte: ;o