Sósia diz que aprova novo visual de Ronaldinho: "ficou parecido comigo"

E, assim como o camisa 10 atleticano, o "fake" promete mudanças no visual.

Depois de transformar a semelhança com Ronaldinho Gaúcho em atividade profissional, José Robson Batista de Oliveira, o "sósia oficial" do meia do Atlético-MG, aprovou a mudança no sorriso do craque e acredita que após o tratamento dentário a que o jogador foi submetido, os dois ficaram ainda mais parecidos. E, assim como o camisa 10 atleticano, o "fake" promete mudanças no visual.


Sósia aprova novo visual de Ronaldinho Gaúcho:

Segundo Robson, para aumentar a semelhança com o ídolo, no próximo mês ele iniciará um tratamento para clarear os dentes, assim como fez recentemente Ronaldinho. A intenção é que o sorriso fique igual ao do meia atleticano.

"Eu gostei do tratamento que ele fez, para mim foi melhor, ficou mais parecido comigo, agora nosso sorriso ficou bem mais parecido. Eu gostei", observou Robson Oliveira.

Ronaldinho Gaúcho encerrou o tratamento neste mês. O jogador colocou placas para deixar os dentes mais brancos, fez raspagens na boca e com uma mini cirurgia diminuiu a gengiva, conseguindo assim, tirar a separação que existia entre os dentes da frente, mudando bem o visual e principalmente o sorriso.

O sósia já planejava alterar o sorriso para poder ficar mais parecido com o camisa dez atleticano. "Eu ia colocar um aparelho para deixar o meu dente mais para fora, como era o do Ronaldo. Já tinha olhado um modelo e ia fazer para usar um tempo e assim mudar a estrutura da boca",contou Robson.

"O meu dente é mais enterrado, é menor do que o do Ronaldo. Mas com a mudança agora, ficou igual ao meu, o dente dele ficou menor, aparece menos. Ficou muito bom, está muito igual a mim, agora somos mais parecidos. Vou apenas fazer um clareamento no dente para ficar ainda mais perfeito", acrescentou Robson.

Robson é o sósia oficial do meia-atacante atleticano e chegou a Belo Horizonte pouco depois do acerto de Ronaldinho Gaúcho com o Atlético. Antes, morava no Rio de Janeiro, assim como o meia. Após início complicado, quando era pouco conhecido e chegou a morar de favor na capital mineira, o sósia começa a dar a volta por cima e a ficar conhecido.

Hoje, Robson chega a cobrar até R$ 4 mil para fazer participações em eventos. Ele já viaja para fora de Belo Horizonte levando o "clone" de R10 para festas. O seu trabalho é ser sósia do jogador. Para ficar parecido, o alagoano usa boina, óculos, roupas largas, cordão de ouro com a marca R10, tudo que Ronaldinho desfila no dia a dia.

"Tenho sido muito confundido já, dou autógrafos, tiro fotos, as pessoas me param nas ruas. Estou muito feliz em Belo Horizonte e agradeço muito esta torcida maravilhosa do Atlético que me apoia", disse Robson, que pretende continuar em Belo Horizonte depois da saída de Ronaldinho do Atlético, cujo contrato se encerra no final do ano.

A aproximação com o Atlético também ajudou Robson. Aos poucos, o sósia passou a ter mais acesso a jogos e eventos do clube mineiro, tendo mais contato com os dirigentes alvinegros. Ele esteve presente nas festas de comemorações, na Praça Sete, dos títulos do Campeonato Mineiro e da Libertadores, quando em ambas subiu em trios elétricos, tirou fotos com jogadores e posou com as taças.

"No campeonato Mineiro, participei da festa na Praça Sete e como o Ronaldinho não foi, a Adriana Branco (diretora de planejamento) me deixou subir no trio elétrico e até achou bom eu ter ido, pois amenizou um pouco a ausência dele (Ronaldinho), já que consegui tirar fotos, dá autógrafos, muitos me confundiram, falaram que o Ronaldinho estava na festa", contou Robson.

Em Belo Horizonte, com a camisa atleticana, o sósia conseguiu ter contato pela primeira vez com Ronaldinho Gaúcho. Robson compareceu ao evento de lançamento da marca R10, em junho, na loja oficia do clube mineiro e tirou foto ao lado do camisa dez. "Foi rápido, mas fiquei muito feliz, pude conhecer ele de perto, conversar rapidamente com ele", disse.

"Pude encontrar também com o Assis, tirei foto com ele, ele me agradeceu por usar a imagem do irmão dele de forma séria, sem fazer maldade. Ele me tratou bem, tirou foto comigo, disse que gosta do meu trabalho", acrescentou Robson.

Fonte: UOL