Tenista inglês é acusado de estupro, diz jornal

Daniel Evans cooperará com investigações, afirma empresário

O inglês Daniel Evans está envolvido em mais uma polêmica. Depois de ser suspenso há dois anos por ser flagrado em uma casa noturna antes de um jogo de duplas de Wimbledon, o tenista, 19 anos, é suspeito de ter estuprado uma mulher no mês passado, em Bath - na mesma época em que o atleta disputava um torneio na cidade. A informação é do jornal Telegraph.

Uma mulher, cuja idade não foi revelada, relatou à polícia local que foi atacada ao sair de uma casa noturna. Ela conversava com uma amiga quando foi abordada por dois homens - um deles, conta a vítima, a empurrou para um colchão e a estuprou.

A polícia da região de Somerset divulgou a fotografia de três suspeitos, sendo Evans um deles. De acordo com a Federação Inglesa de Tênis (LTA) o agente do tenista, Daniel Evans cooperará com as investigações policiais.

Os policiais afirmaram no domingo que o principal suspeito foi identificado e será ouvido nos próximos dias. Logo em seguida, a imagem dos três homens foi retirada do site da corporação. Entretanto, segundo o jornal, as suspeitas recaíram sobre Evans, número 365 do ranking da ATP, que foi vice-campeão de um torneio em Bath na mesma semana em que houve a denúncia.

Evans já havia se envolvido em uma polêmica em 2008, quando foi suspenso pela LTA por ter ficado até tarde em uma casa noturna na véspera de um confronto de duplas pela chave juvenil de Wimbledon. Na ocasião, o tenista achou injusta a punição e declarou que apenas se atrasou um pouco, mas não consumiu álcool.

No mês passado, Evans integrou a equipe britânica da Copa Davis que foi derrotada Lituânia. Sem contar com Andy Murray, número 4 do mundo, a Grã-Bretanha viu Evans perder a última partida da série melhor-de-cinco e o capitão John Lloyd deixar o cargo.

Fonte: Terra