""Teoria do entrega"" irrita técnico do Fluminense.Leia!

Muricy reafirmou os méritos de seus comandados e deixou claro o desconforto com as acusaçõe

As insinuações de corpo mole de São Paulo e Palmeiras nas últimas duas vitórias do Fluminense irritaram Muricy Ramalho. Normalmente sereno em entrevistas coletivas desde que chegou ao Rio de Janeiro, o treinador rebateu com firmeza a pergunta se a postura dos rivais para prejudicar o Corinthians mancharia um possível título tricolor após a vitória por 2 a 1 sobre o Verdão, neste domingo, na Arena Barueri, pela 37ª rodada do Brasileirão.

Usando como argumento a campanha da equipe, que liderou a competição por 22 rodadas, Muricy reafirmou os méritos de seus comandados e deixou claro o desconforto com as acusações de que os últimos jogos foram facilitados.

- Vocês estão de brincadeira! O que nós fizemos desde o início do campeonato não tem como manchar. Me parece que o Fluminense, agora que estou vendo de perto, não tem um marketing legal. As pessoas deixam um pouco de lado. Não estou gostando muito das coisas que estou ouvindo, não. Ninguém vai tirar o nosso mérito.



Segundo o treinador, esse tipo de atitude não existe no futebol e o Fluminense entrou em campo pronto para encarar o que palmeirenses e são-paulinos tinham de melhor.

- São profissionais. Não podemos duvidar disso. Existe a imprensa, contratos que o cara quer renovar... Não podemos entrar nessa. É preciso levar muito a sério. Não acredito em nada do que dizem. Trabalho sempre em cima do limite do adversário. Foi o que falei para meus jogadores sobre o Palmeiras.

De olho já na partida que pode garantir o título, domingo, às 17h (de Brasília), contra o Guarani, no Engenhão, pela última rodada, Muricy demonstrou preocupação com os erros de finalização diante do Palmeiras. Para ele, os jogadores precisam controlar a ansiedade para que não encontrem mais problemas diante do Bugre.

- Essa é a lição: a ansiedade existe, não tem como. Não há palavrinha mágica para tirar isso. Mas o cara tem que se cuidar bastante física e mentalmente durante a semana para diminuir isso. Essa é a única maneira.

A uma vitória de conquistar o campeonato, o comandante tricolor disse já estar com a cabeça na partida do próximo domingo e falou que o título pode ser um divisor de águas para o Flu.

- A preparação já começa hoje, encarando com o maior seriedade nosso próximo adversário. É um jogo superimportante para o Fluminense. Ganhando poderemos melhorar muita coisa no clube, melhorar a estrutura que é o que todos no futebol precisam.

Com 68 pontos, o Fluminense é o primeiro colocado do Brasileirão, seguido pelo Corinthians, que tem 67, e pelo Cruzeiro, com 66.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com