Tiger Woods pode se transformar em "bad boy", diz psicólogo de atletas

Tiger Woods pode se transformar em "bad boy", diz psicólogo de atletas

Os escândalos envolvendo o nome de Tiger Woods podem mudar sua imagem junto aos apreciadores de golfe, segundo afirmou um psicólogo especialista em atletas. Para John Murray, o norte-americano pode virar uma espécie de ?bad boy?.

O profissional norte-americano, que já trabalhou com jogadores de tênis e da NFL, de futebol americano, comparou a situação de Woods com John McEnroe, que foi uma das figuras mais polêmicas do tênis.

?Pode acontecer como foi com John McEnroe no tênis, convertendo-se no ?cara? mau do golfe?, afirmou Murray, em entrevista ao jornal espanhol Marca. McEnroe sempre foi uma figura polêmica, mas mais por seu temperamento dentro de quadra - ao contrário de Woods, sempre visto como um exemplo, até explodirem os boatos sobre os casos extraconjugais.

?Retirar-se é a única coisa que se pode fazer quando se está diante de uma pressão tão grande?, disse o psicólogo. ?Há maneiras de se voltar. Não sei se ele poderia viver como um ?bad boy?. Mas não sei como vai manter sua imagem limpa depois de tudo o que se sucedeu.?

O drama que culminou na retirada por tempo indeterminado do golfe para Tiger Woods começou em uma batida de carro próxima à casa do norte-americano. Em seguida, surgiram rumores de que ele traiu a mulher, Elin, com um grande número de mulheres. Elin ao saber dos affairs, teria pedido para que neste momento Woods escolhesse entre ela e o golfe.

O golfista, primeiro atleta na história a chegar à marca de US$ 1 bilhão em ganhos provenientes do esporte, afirmou em seu site que se retira na tentativa de centrar-se em ser um ?melhor marido, pai e pessoa?.

Para Murray, a retirada é um reflexo do estresse causado pelo problemas e, com um descanso, o golfista pode chegar a um plano para conseguir limpar sua imagem. Além disso, ele duvida que os problemas afetarão a parte esportiva do jogador.

Distante do Masters

As chances de Tiger Woods voltar ao golfe a tempo de disputar o Masters do próximo ano são pequenas, opinou o ex-campeão Sandy Lile. O norte-americano venceu 14 vezes a competição.

Para Lile, campeão em 1988, não deve haver tempo hábil para Woods retornar na competição. No entanto, a busca pelo recorde de 18 títulos de Jack Nicklaus deve ajudar na motivação do golfista para tentar se manter no esporte.

?Foi inteligente de sua parte parar por um tempo. Mas, como o Masters é em abril, parece complicado, apesar de tudo poder mudar rapidamente?, disse Lile. ?Ele não precisa mais jogar golfe, mas tem metas fantásticas. Ele quer vencer mais Majors que Nicklaus?.

Sandy Lile afirmou ainda que o golfe precisa do retorno de sua maior estrela, uma vez que o norte-americano se tornou o maior ídolo, um verdadeiro símbolo da modalidade. ?Tenho certeza de que ele voltará com força.?



Fonte: AE