Timão arranca empate com Goiás

Por enquanto, o Corinthians está em oitavo lugar no Brasilelirão, com oito pontos.

Um uma tarde inspirada do goleiro Felipe, o Corinthians se salvou de uma derrota para o Goiás, neste domingo à tarde, no Serra Dourada, em Goiânia, pela sexta rodada do Brasileirão. O Timão teve um primeiro tempo muito ruim, foi amplamente dominado, mas o Esmeraldino não conseguiu se aproveitar do seu maior volume de jogo. Parou na trave. Já no segundo tempo, o Timão melhorou, mas o time da casa seguia mais perigoso. Dessa vez, porém, esbarrou no camisa 1 alvinegro. Resultado: 0 a 0. Assista aos melhores lances no vídeo.

Por enquanto, o Corinthians está em oitavo lugar no Brasilelirão, com oito pontos. Já o Goiás, com sete, é o 13º.

CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO COMPLETA

O Timão terá de melhorar muito se quiser jogar de igual para igual com o Internacional, na próxima quarta-feira, às 21h50m (horário de Brasília), no Pacaembu, primeira partida da decisão da Copa do Brasil. Já o Goiás enfrenta o Grêmio, no próximo sábado, às 18h30m, em Porto Alegre, pelo Brasileirão.

Sofrível, Timão vê Goiás dominar

Sem seus dois laterais titulares (Alessandro foi poupado e André Santos está na África do Sul com a seleção brasileira), o Corinthians teve muitos problemas para sair jogando. Pela direita, Mano Menezes escalou Diogo. Na esquerda, o zagueiro Diego atuou improvisado. Nenhum deles conseguia ser uma opção de saída. Wellington Saci tinha a missão de tentar puxar o Timão pelo lado esquerdo, errou todos os passes. Saci foi tão mal que tomou pelo menos cinco sonoras broncas de Mano.

Apenas o volante Cristian demonstrou alguma qualidade no passe, mas sem muito resultado, pois Ronaldo e Dentinho, bem marcados, não conseguiam dominar a bola. O internauta certamente vai perguntar: mas e o Douglas? Pois é. O camisa 10 corintiano voltou a sumir. Ele mal pegou na bola e quando a teve sob seu domínio, errou muitos passes.

O Goiás, por sua vez, era um time rápido e com dois laterais velozes, exatamente o que faltou ao Timão. Vítor, pela direita, e Júlio César, pela esquerda, abriam a defesa corintiana. Pelo meio, os Felipe, Iarley e o meia Felipe Menezes entravam com facilidade. A blitz esmeraldina só não deu em gol porque o goleiro corintiano Felipe deu sorte.

Aos 34, após cobrança de escanteio, Ernando subiu mais alto que a defesa do Timão e cabeceou firme. A bola bateu no travessão, na trave e pingou sobre a linha. Elias acabou afastando. Em seguida, aos 36, Iarley recebeu de Felipe, dentro da pequena área, girou e chutou rasteiro. Dessa vez a bola se chocou contra a trave.

O fim do primeiro tempo acabou sendo um alívio para os corintianos.

Timão volta melhor, mas Esmeraldino é mais perigoso

O Corinthians voltou melhor para o segundo tempo. Com Boquita no lugar de Wellington Saci, o time passou a atuar mais agrupado e, consequentemente, diminuiu os erros de passe. Aos 4 minutos, o Timão poderia ter aberto o placar se a arbitragem não tivesse marcado um impedimento inexistente de Boquita.

Mas apesar da melhora corintiana, o Goiás seguia mais rápido e perigoso. Não fosse por Felipe, que fez grandes defesas, o Timão poderia ter saído de campo derrotado. Aos 25 minutos, Júlio César mandou uma bomba em jogada de falta ensaiada. Felipe espalmou. O arqueiro fez outra ótima intervenção aos 30 minutos, quando Vítor chutou forte da intermediária. Isso sem falar nas saídas de gol arrojadas na maioria dos cruzamentos.

Ronaldo, que passou o jogo todo apagado, sem pegar na bola, saiu aos 27 minutos. Otacílio Neto entrou em seu lugar, sem muito destaque.

Apesar das chances criadas sobretudo pelo Goiás, o jogo terminou zerado.

Fonte: GloboEspote, www.globoesporte.com