Timão vira e tira invencibilidade do Palmeiras: 2 a1

Timão vira e tira invencibilidade do Palmeiras: 2 a1

As duas equipes se mantém concentradas somente no Campeonato Paulista após a disputa deste final de semana

Três minutos. O curto espaço de tempo foi o suficiente para o Corinthians vencer o clássico deste domingo contra o Palmeiras, no Estádio do Pacaembu. Na tarde deste domingo, o clube do Parque São Jorge, depois de sair em desvantagem, precisou de apenas 3min para virar o marcador, vencer por 2 a 1 e, de quebra, quebrar a invencibilidade do arquirrival no Campeonato Paulista. Paulinho, aos 3min da segunda etapa, e Márcio Araújo (contra), aos 6min, definiram a vitória da equipe comandada por Tite. Marcos Assunção anotou o gol do time alviverde.

As duas equipes se mantém concentradas somente no Campeonato Paulista após a disputa deste final de semana. Mandante diante do arquirrival, o Corinthians segue no Estádio do Pacaembu, onde receberá na próxima quarta-feira, às 22h (de Brasília), o XV de Piracicaba. O Palmeiras, por sua vez, novamente atuará como visitante. Na mesma data e horário, o time do Palestra Itália encarará o Paulista, no Estádio Jayme Cintra.

"Professor Raimundo" abre o marcador em chute de longa distância

Uma das principais surpresas promovidas por Tite na última semana, o meio-campista Edenílson iniciou a partida como a principal opção ofensiva do Corinthians diante do arquirrival. Improvisado na lateral direita, o jogador, logo aos 3min, fez grande jogada pela ponta, invadiu a área e acabou travado pela defesa palmeirense no momento do arremate.

O início veloz do Corinthians, contudo, não intimidou a equipe comandada por Luiz Felipe Scolari. O Palmeiras rapidamente respondeu com duas jogadas perigosas para a meta de Júlio César. Aos 7min, João Vítor cruzou na medida para Barcos. O centroavante aproveitou cochilo da defesa rival e tocou de cabeça para fora. Três minutos depois, Marcos Assunção cobrou falta com muito perigo para o goleiro corintiano.

Enquanto o Corinthians buscava o ataque com Edenílson, o Palmeiras investiu durante a primeira parte do jogo nos arremates longos de Marcos Assunção. E, aos 17min, o clube de Palestra Itália viu a principal investida ofensiva resultar em gol. O camisa 20 dominou na intermediária e arriscou. A bola desviou nas costas de Leandro Castán e encobriu Júlio César. Festa para o "Professor Raimundo", personagem de Chico Anysio estampado no uniforme do experiente atleta palmeirense.

O gol anotado por Marcos Assunção esquentou o clima dentro do gramado do Pacaembu. Pressionado em virtude de o rival liderar o marcador, o Corinthians por pouco não respondeu aos 25min, quando Liedson recebeu bola na área em condições de marcar. O centroavante, entretanto, errou no domínio e cometeu uma dura falta em Deola. Motivo para se instalar a primeira confusão entre os jogadores.

A partir de então, a cena mais comum no clássico até o final do primeiro tempo foi de reclamação com a arbitragem de Marcelo Rogério. O Palmeiras acabou sendo o primeiro a se indignar, depois de uma dura entrada de Chicão sobre Barcos - o zagueiro recebeu o cartão amarelo. Minutos depois, Jorge Henrique e Tite, e a torcida no Pacaembu, questionaram a marcação do árbitro paulista. Por outro lado, as oportunidades de gol se tornaram escassas.

Corinthians faz dois gols ¿relâmpagos¿ e vira clássico

A primeira etapa palmeirense demorou apenas seis minutos para ser apagada do clássico deste domingo no Estádio do Pacaembu. O Corinthians retornou do intervalo apresentando um ritmo extremamente forte, e conseguiu virar o marcador e surpreender o Palmeiras. O empate veio logo aos 3min. Jorge Henrique cobrou falta pelo lado direito e viu Liedson cabecear sobre Márcio Araújo. Na cobra, Paulinho, atento, chutou firme de esquerda para igualar o marcador.

A motivação corintiana pelo empate acuou o Palmeiras de Luiz Felipe Scolari. Tanto que aos 6min, o clube do Parque São Jorge conseguiu virar o marcador, deixando o time alviverde ainda mais abatido. Depois de outra cobrança de falta de Jorge Henrique, Márcio Araújo tentou antecipar Liedson e tocou contra a própria meta palmeirense.

Os dois gols mudaram completamente o panorama do clássico deste domingo. Motivado pela rápida reviravolta, o Corinthians seguiu melhor em campo, enquanto o Palmeiras não escondeu o abatimento. Aos 15min, Edenílson, um dos destaques em campo, quase ampliou. O lateral/meio-campista fez fila na defesa palmeirense e arrematou de canhota com categoria. Deola fez grande intervenção e evitou o tento.

A pressão corintiana aos poucos diminuiu. Dono do segundo tempo, o clube do Parque São Jorge recuou a linha de marcação e apostou em contra-ataques puxados por Emerson para tentar definir o duelo. O Palmeiras, ainda atordoado pela virada em apenas 3min, não conseguiu a reação, e pouco ameaçou a meta de Júlio César.

Fonte: Terra