Times já treinam com a bola do Campeonato Chevrolet

Times já treinam com a bola do Campeonato Chevrolet

Para quem é do ramo, como os goleiros, a bola tem uma grande diferença em relação às outras.

A bola do Campeonto Piauiense Chevrolet 2013 de Futebol já está sendo utilizada nos treinos dos times que estão disputando a competição deste ano. Ela foi cedida pela Federação de Futebol do Piauí e será usada de forma oficial por todos os times, desde a preparação até os jogos oficiais.

A nova marca chegou com Know-how de grande, pois concorre diretamente com outras marcas mundialmente conhecidas e utilizadas nos principais campeonatos mundo afora. Mas para quem é do ramo, como os goleiros, a bola tem uma grande diferença em relação às outras. Ela é um pouco mais pesada e se torna mais veloz quando chutada de longa distância.

Para o goleiro Robinho, do River, que brincou diante da pergunta se a bola era melhor para ele ou para os atacantes, justificou: ?Parece que só fazem bola para os atacantes fazerem gol. O goleiro que se vire para se adequar as novidades e fazer as suas defesas. A bola promete ser uma das estrelas desta temporada em que os goleiros vão ter que saber segurar firme essa gorduchinha que está de cara nova nos gramados do Piauí?.

Já para o treinador de goleiros Deoclécio Neto, ?a nova bola também traz o quesito inovação, pois ela vai acrescentar muito no jogo, já que as qualidades que ela apresenta faz com que os profissionais também melhorem os seus fundamentos. O goleiro, no que diz respeito a elasticidade, e na maneira de encaixá-la no momento dos chutes, ou seja, abraçá-la?.

Todos os jogos oficiais terão que ser desenvolvidos com esta nova marca de bola que está no mercado e que os profissionais estarão utilizando assim como a turma do futebol amador que poderá, também, testar a qualidade e mandá-la em direção ao gol.

Já para os atacantes, os responsáveis pela alegria da torcida, a bola está sendo tratada com muito carinho, mas sem esquecer de que ela tem que apanhar um pouco para obedecer os mandamentos do goleiro, que é agradar a torcida, marcar o gol, e fazê-la estufar as redes diante das jogadas realizadas.

E como não dá para ter futebol sem uma bola, o campeonato agora tem uma bola nova e uma marca nova também rolando pelos gramados. Só resta esperar que ela possa emplacar a vontade dos homens-gols e as defesas dos goleiros em barrá-la diante de suas metas.

Como a bola é tão desejada em campo, vale a pena conferir a cada jogo deste campeonato como os atletas vão tratá-la e que possa ser recebida com todo o carinho no campoenato que promete ser um dos melhores dos últimos tempos, pois os investimentos procuram trazer o que tem de melhor em qualidade de jogadores e infraestrutura dos times, assim como os parceiros que estão apostando alto no futebol e a bola, a sua majestade, possa coroar todo esse investimento fazendo o time campeão, de preferência, com muitos gols.


Times já treinam com a bola do Campeonato Chevrolet

Antes da estreia

O River realizou um treino no melhor estilo defesa-ataque para encarar o adversário no jogo de abertura da temporada que será na cidade de Floriano, diante do Cori-Sabbá, às 16h, no Estádio Tibério Nunes, neste sábado, com transmissão pela Rede Meio Norte, e que promete ser um jogo dificil, princialmente diante das últimas declarações feitas pelo presidente do Cori, que disse que o River vai encarar uma pedreira que para o treinador do Galo, Aníbal Lemos, já é esperada e Aníbal alerta os seus jogadores para as dificuldades que vão encarar nesta partida.

Entre os jogadores riverinos, a frase de ordem é uma só: ?buscar a vitória?. Sem menosprezar o adversário, mas sabendo do potencial do Galo, o River quer fazer deste campeonato o seu soerguimento no futebol local e nacional, e galgar melhores posições no cenário afora. Com isso, a partida de sábado vai ser decisiva para as pretenções do River começar bem a sua busca pelo título do Estadual.

O River fez um alto investimento em contratar jogadores experientes e com destaque nos clubes por onde passaram e que faz desta equipe uma das favoritas ao título.

Pantico, 32 anos, há dez vem se destacando nos clubes por onde tem passado. Agora, é a cara do River e é tido como jogador referência para que o time possa conseguir vencer seus adversários.

Além dele, vem uma legião de nomes não menos conhecidos, como o goleiro Robinho, o zagueiro Alisson, o também zagueiro Jó, assim como Thiago Marabá, entre outros jogadores vindos de outros estados como algus jovens valores da categoria de base do próprio River que não vê um título há mais de cinco anos.

Por isso, o Galo não quer nem pensar em não estar disputando o título da temporada, além de uma torcida que está ansiosa para ver um time tão badalado em campo fazendo o que estão prometendo, ou seja, sacudir a rede do adversário. E o Galo quer provar para todos que é bom de ?briga? e não vai temer nenhum adversário, dentro ou fora do seu ?terrero?.

O River, assim como os dois times da capital, também tem a missão de não deixar escapar mais uma vez o título para o interior, visto que o Parnahyba que levou o do ano passado.

Aníbal Lemos e seus comandados prometem engrossar, a cada jogo, e dificultar a vida dos adversários, ?pois o exército riverino está pronto para a batalha?, pelo menos é o que afirma o seu comandante e técnico.

Fonte: Miguel Mendes, TV Meio Norte